Queniana Brigid Kosgei arrasa recorde da maratona de Paula Radcliffe

0
1364

Pouco mais de 24 horas depois do queniano Eliud Kipchoge se tornar o primeiro homem a correr a maratona em menos de duas horas (1.59.41) – marca que não pode ser reconhecida como recorde -, a sua compatriota Brigid Kosgei bateu (neste caso oficialmente) o recorde mundial feminino, ao ganhar a Maratona de Chicago em 2h14m04s, menos um minuto e 21 segundos que a marca (2.15.25) da britânica Paula Radcliffe, que já vinha desde 2003 e foi obtida em Londres.

Depois de uns “loucos” 15.28 nos 5 km iniciais, Kosgei entrou num andamento regular de cerca de 16 minutos por légua. Passou à meia-maratona em 1.06.59 e fez a segunda metade em 1.07.05. Deixou a segunda classificada, a etíope Abadel Yashaneh, a 6m47s (2.20.51). Fechou o pódio outra etíope, Gelete Burka, com 2.20.55.

Brigid Kosgei, de 25 anos, tinha como melhor 2h18m20s, quando ganhou a Maratona de Londres deste ano, pelo que registou um progresso de mais de quatro minutos! Em maio passado, ela ganhou em Lisboa a Corrida da Mulher e, antes, nos seus primeiros anos de atletismo, foi primeira na Maratona do Porto de 2015, com 2.47.59, e segunda na de Lisboa de 2016, com 2.24.45. No ano passado, já ganhara em Chicago, então com 2.18.35.

O vencedor masculino foi o queniano Lawrence Cherono, em 2.05.45. O britânico Mo Farah foi apenas oitavo, com 2.09.58.

Mais logo daremos mais novidades curiosas sobre esta Maratona de Chicago…

Deixar Resposta