Queniana com 17 anos já apanhada a recorrer ao doping

0
697

Segundo divulgou a Unidade de Integridade da IAAF, a queniana de 17 anos, Ndungwa Munguti, foi suspensa por utilizar substâncias proibidas.

A atleta, especialista em 800 metros com um recorde pessoal de 2.06,21, acusou norandrosterona, substância proibida pelas regras antidoping da IAAF.

Há apenas um mês, a cadeia de televisão alemã ZDF denunciou que a Federação queniana ajudava atletas a doparem-se, que iam estar presentes no Mundial de Doha.

Antes em Agosto de 2018, a Agência Mundial Antidopagem acusou o Quénia de ser o país com mais casos de doping detetados desde 2004.

Deixar Resposta