Recordes mundiais que resistem aos tempos

0
1843

O etíope Yomif Kejelcha foi o último a bater um recorde mundial em pista coberta. Foi no passado domingo quando bateu o da milha que já durava há 22 anos e estava na posse do marroquino Hicham El Guerrouj. Dias antes, outro etíope, Samuel Tefera, havia batido o recorde do marroquino nos 1.500 metros. Mas ao ar livre. Guerrouj continua a ser o mais rápido com 3.26,00 desde 1998.

No ano passado, o sprinter norte-americano Christian Coleman com 6,34 s, havia derrubado o recorde dos 60 metros que estava na posse de Maurice Green desde 1999.

Mas há outros recordes que ainda resistem nos dias de hoje. Eis alguns deles, todos eles anteriores ao ano 2.000:

Carl Lewis no Comprimento em pista coberta

Nos homens e em pista coberta, o mais antigo recorde é o do salto em comprimento e já dura há 35 anos. Os seus 8,79 m foram conseguidos em 27 de Janeiro de 1984, no Madison Square Garden, em Nova York.

Irina Privalova nos 60 metros

A russa Irina Privalova, conseguiu em 11 de Fevereiro de 1993, o tempo de 6,92 s num meeting disputado em Madrid. As mais próximas são as norte-americanas Gail Devers e Marion Jones com 6,95.

Wilson Kipketer nos 800 metros em pista coberta

Em março de 1997, o dinamarquês Wilson Kipketer fixou o recorde dos 800 m em 1.42,67, no Mundial disputado no palácio de Bercy, em Paris. Ao ar livre, o recorde pertence ao queniano David Rudisha com 1.40,91, desde 2012.

Daniel Komen nos 3.000 metros

Daniel Komen é dono do recorde dos 3.000 m com 7.20,67 desde 1999.

Jarmila Kratochvilova nos 800 e Marita Koch nos 400 metros

A então checoslovaca Jarmila Kratochvilova é detentora do mais antigo recorde mundial ao ar livre com 1.53,28 nos 800 metros, fixado em 26 Julho de 1983, em Munique.

Dois anos depois, a ex-alemã do leste, Marita Koch fixou o recorde mundial dos 400 metros em 47,60.

Peso com 32 e 29 anos de duração

No lançamento do Peso, os recordes são também bem antigos. A soviética Natalya Lisovskaya lançou 22,63 m em 1987 e o norte-americano Randy Barnes, 23,12 m em 1990. Duas performances realizadas numa época (tal como muitas outras) onde a luta antidoping estava a dar os primeiros passos.

Galina Chistyakova no Comprimento e Inessa Kravets no Triplo Salto

A soviética Galina Chistyakova detém o recorde mundial do salto em comprimento desde 1988 com 7,52 m, fixado em Leninegrado.

Já o recorde mundial do Triplo Salto pertence à ucraniana Inessa Kravets com 15,50 m desde 1995.

Mike Powell no Comprimento e Javier Sotomayor na Altura

O norte-americano Mike Powell detém o recorde do salto em comprimento desde 1991 com 8,95 m, nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O cubano Javier Sotomayor é o recordista mundial desde 1993 com um salto a 2,45 em Salamanca

Recordes do Disco e Martelo desde 1986

São os mais antigos recordes mundiais em masculinos. Pertencem ao alemão Jurgen Schult no Disco com 74,08 e ao soviético Yuriy Sedykh no Martelo com 86,74.

Gabriele Reinsch no Disco desde 1988

A ex-alemã oriental Gabriele Reinsch detém o recorde mundial do Disco com um lançamento de 76,80 m, em 1988.

Florence Griffith Joyner nos 100 e 200 metros

A norte-americana Florence Griffith Joyner é detentora dos recordes dos 100 e 200 metros, fixados em 10,49 e 21,34, respetivamente. As suspeitas ficaram sempre no ar…

Deixar Resposta