Renaud Lavillenie após o adiamento dos JO: “2021 era uma evidência”

0
62

O presidente da Comissão de Atletas da World Athletics, Renaud Lavillenie, mostrou-se naturalmente satisfeito com a decisão de adiar os Jogos Olímpicos para 2021, para si, a única solução viável.

“Tive uma conferência telefónica com a Comissão de Atletas (da World Athletics) e Sebastian Coe, ontem (2ª feira) e aprestámo-nos a fazer um comunicado explicando que todos os atletas em todos os continentes, estavam afetados na sua preparação. As condições de treino não são de todo simplesmente viáveis, em nenhum lugar, não somente na Europa. Para mais, o mundo todo não entrou na pandemia e entre os primeiros e os últimos a saírem, poderá haver entre três a seis meses na minha opinião, o que era muito complicado de gerir… Propusemos três planos aos atletas, outono de 2020, 2021 e 2022, a grande maioria optou por 2021. É claramente a melhor solução, é quase a única”.

Dúvidas sobre o Campeonato da Europa em Agosto

Já acerca da realização do Campeonato da Europa previsto para 25 a 30 de Agosto em Paris, no estádio de Charléty, Lavillenie mostra-se mais cauteloso: “Ainda não falámos disso porque estávamos ligados aos Jogos Olímpicos e à decisão do COI. Para Charléty, o problema do regresso da época das competições permanece por resolver. Imaginemos que elas retomam em 1 de Julho mas sem autorização de viajar, somente na França entre os franceses, isso será melhor que nada mas será suficiente em todo o continente? Penso mesmo que este Campeonato será mais fácil de adiar se for necessário que a enorme máquina dos JO.

 

Deixar Resposta