Ricardo Silva e Sofia Roquete vencem 100 km da Serra da Freita

0
3023

Dean Karnazes, convidado de honra da Serra da Freita

(Foto da Organização)

Ricardo Silva (EDV-Viana Trail) foi o grande vencedor da terceira edição da Elite Trail Serra da Freita, prova na distância de 100 km com um desnível positivo acumulado de 6.000 metros. Ricardo gastou 13h42m12s no duro percurso, seguido de João Rodrigues (Amigos da Montanha) a 1h01m29s e António Quaresma (Ozxtreme/RDA) a 1h19m26s.

Em femininos, venceu Sofia Roquete (AMCF-Arrábida Trail Team) em 17h41m16s, seguida de Júlia Conceição (Confraria Trotamontes) em 21h35m26s e Sandra Kiesov (Confraria Trotamontes) em 23h33m32s. Pedro Afonso foi o último com 26h06m43s, abaixo do tempo limite de 27 horas.

A prova teve início às 7 h da manhã e integrou o Circuito ATRP na Categoria Endurance. Classificaram-se 75 atletas. Em 2016, foram 151 e em 2015, 78.

André Duarte e Joceline Ferreira vencem no Ultra Trail de 65 km

Realizaram-se ainda mais provas, o Ultra Trail com 65 km, o Trail com 28 km e uma Caminhada com 12 km.

Nos 65 km, classificaram-se 115 atletas, menos 37 que no ano passado e longe dos 204 em 2014. A prova teve um desnível positivo acumulado de 3.300 metros e integrou o Circuito ATRP na categoria Ultra Trail.

Venceu André Duarte (ATR-Algarve Trail Running) em 7h41m39s, seguido de dois atletas do EDV-Viana Trail, Vítor Cordeiro a 19m48s e Vítor Correia a 24m59s.

Em femininos, Joceline Ferreira (Juventude Vidigalense) superiorizou-se à sua companheira de clube, Raquel Pedro, ao cortar a meta destacada em 8h28m26s. Raquel só chegou 35m02s depois com Olga Martins (GTT-Armazém do Caffé) a fechar o pódio a distantes 1h41m25s. Carla Raposo foi a última com 19h17m44s.

Dean Karnazes também correu

foto-dean-karnazesDean Karnazes regressou à Serra da Freita dez anos depois, como convidado de honra, para correr e apresentar um novo livro.

Karnazes participou no Trail de 65 km tendo concluído no 42º lugar com 11h12m20s.

Figura mundial das ultra distâncias, correu em 2005, 560 quilómetros em 80h44m sem dormir. Um ano antes, vencera a ultramaratona Badwater, considerada a mais dura prova de sempre com 217 quilómetros sob temperaturas infernais.

Nesse mesmo ano, correu 238 quilómetros em 24 horas numa passadeira. Em 2006, participou em 50 maratonas em 50 estados dos Estados Unidos em 50 dias consecutivos e ainda venceu as 100 milhas Vermont Trail. Antes em 2011, correu 4.800 quilómetros em 75 dias, numa travessia dos Estados Unidos desde a Disneyland até Nova Iorque. Em 2002, esteve na maratona do Polo Sul, numa prova com 25ºC negativos.

Os feitos de Karnazes mereceram um estudo de cientistas que concluíram que o americano é dono de uma rara alteração genética, que faz com que o seu corpo expulse rapidamente o ácido láctico, evitando assim as cãibras ou o cansaço.

Resultados completos em: https://lap2go.com/pt/event/ultra-trail-serra-da-freita-2017

Deixar Resposta