Rosa Mota e Dulce Félix na primeira edição da EDP Meia Maratona de Mulheres de Madrid

0
2604

Mais de 1.600 mulheres entre a EDP Meia Maratona da Mulher e a Corrida 3 km Stop Mutilação Genital Feminina, desafiaram a chuva num dia histórico pelas ruas do centro de Madrid.

A atleta do Bahrein, Tejitu Daba liderou a corrida desde o tiro de partida e venceu com mais de um minuto de avanço das suas perseguidoras. Cruzou a meta em 1h11m17s, una boa marca tendo em conta as difíceis condições criadas pela chuva copiosa que caiu durante o percurso.  A etíope Kejeta Melat Gisak foi segunda, a quase três minutos de Daba (1h14:00), seguida pela italiana Sara Galimberti, que deixou a curta distância, a primeira espanhola, a madrilena Azucena Díaz. Dulce Felix, foi quinta com 1h17m20s.

Classificaram-se 1.045 mulheres, cerca de 40% delas estrearam-se na distância, num dia histórico para o desporto feminino com a celebração da primeira edição de uma meia maratona só para mulheres em Espanha.

Na partida, foram homenageadas algumas ilustres veteranas que tomaram parte na corrida como Rosa Mota e as atletas espanholas  Ana Isabel Alonso, María Abel e Aurora Pérez.  De forma paralela, decorreu uma corrida infantil, e uma de 3 km, la EDP 3K Stop Mutilação Genital Feminina, a benefício de Mundo Cooperante, que luta há anos em África e desde Espanha para terminar contra la mutilação genital feminina. Rosa Mota participou na prova de 3 km tendo sido terceira com 12m32s. Classificaram-se 567 mulheres.

Deixar Resposta