Russa Chernova terá de devolver medalha de bronze em Pequim 2008 por doping

0
2769

O Comité Olímpico Internacional desqualificou ontem a atleta russa Tatiana Chernova, bronze no heptatlo nos Jogos Olímpicos de Pequim, devido ao consumo do anabolizante turinabol.

Chernova, que também alcançou o bronze no pentatlo dos Mundiais de Doha 2010, foi agora sancionada após a revisão com novas tecnologias das análises realizadas na capital chinesa.

A russa, de 29 anos, não se vê apenas privada da medalha como terá que a devolver, segundo explicou o COI em comunicado.

Mais russos sancionados

O COI também desqualificou o velocista russo Maxim Dyldin que havia sido quinto na final da estafeta dos 4×400 metros nos Jogos Olímpicos de Londres 2012.

Dyldin, também de 29 anos, também deu positivo por turinabol, o anabolizante utilizado sistematicamente pelos atletas da então RDA, num programa estatal de doping.

Também na passada semana, a Federação Russa anunciou que cinco atletas, entre eles, dois medalhados de Londres, confessaram haver consumido turinabol. São eles Antonina Krivoshapka, prata na estafeta 4×400 m e Yevguenia Kolodko, também prata no lançamento do peso.

O atual vice-primeiro ministro  e ex ministro russo dos Desportos, Vitali Mutkó, admitiu que “muitos técnicos, lamentavelmente, e os mesmos desportistas, estão convencidos de que sem doping, não se pode ganhar”.

 

 

Deixar Resposta