Salomé Rocha e Catarina Ribeiro correm domingo uma Maratona de Londres apenas para a elite

0
158

Salomé Rocha e Catarina Ribeiro estarão no domingo na 40ª edição da Maratona de Londres, este ano reservada apenas à elite (40 atletas masculinos e 25 femininos, mais as “lebres”) e num percurso de 19 voltas ao St. James Park (2,15 km cada volta) mais 1.345 metros finais, com chegada no local habitual (The Mall). Devido ao Covid’19, a prova foi adiada da data habitual de abril mas será uma das duas únicas principais maratonas mundiais (juntamente com Tóquio) a realizar-se este ano, embora sem os habituais 45 mil corredores populares.

Salomé Rocha, que correrá a sua 6ª maratona, voltará ao local onde obteve a sua melhor marca: foi 8ª na Maratona de Londres do ano passado, com 2h 24m 47s, ascendendo ao terceiro lugar no ranking nacional. Foi depois ao Mundial, em Doha, mas não esteve feliz, num dia de muito calor (foi 28ª).

Catarina Ribeiro fará a sua 8ª maratona (mas desistiu em três) e teve como ponto alto a última que correu, a Maratona de Valência, em finais de 2019, na qual registou grandes progressos, sendo 12ª com 2.26.39, marca que a coloca como oitava portuguesa de sempre.

A prova contará com algumas das melhores maratonistas mundiais, entre as quais a recordista mundial, a campeã mundial de 2019, as duas primeiras das maratonas de Londres de 2018 e 2019 e a vencedora da Maratona de Berlim’2019. A recordista mundial é a queniana Brigid Kosgei, com 2.14.04 em Chicago’2019, a qual ganhou em Londres em 2019 e foi segunda em 2018. A campeã mundial é Ruth Chepngetich, com um recorde pessoal de 2.17.08 em Dublin’2019. Uma terceira queniana, Vivian Cheruiyot, foi a vencedora em Londres’2018 (com o recorde pessoal de 2.18.31) e foi segunda em 2019. E, entre as principais favoritas, está ainda a etíope Ashete Bekere, vencedora em Berlim’2019 com 2.20.14.

No setor masculino são três os principais favoritos. O queniano Eliud Kipchoge, campeão olímpico em 2016 e recordista mundial com 2.01.39 em Berlim’2018, foi já quatro vezes vencedor em Londres nos últimos cinco anos (2015, 2016, 2018 e 2019). O etíope Kenenisa Bekele, com o segundo tempo mundial de sempre (2.01.41 em Berlim’2019), foi 2º e 3º em Londres’2017 e 2016, respetivamente. E outro etíope, Mesinet Geremew, vice-campeão mundial em 2019, foi segundo em Londres’2019, com 2.02.55.

Grande expetativa rodeia, pois, a Maratona de Londres deste domingo, que não terá espetadores ao vivo (o local estará vedado). A prova feminina partirá às 7.15 horas, a masculina às 10.15h e a de cadeira de rodas (com 12 concorrentes masculinos e 7 femininos), às 13.12h.

Deixar Resposta