Sebastian Coe apoia o direito dos atletas em protestar nos JO de Tóquio

0
85

Sebastian Coe, presidente do World Athletics, não se opõe a ações contra as desigualdades raciais nos próximos Jogos Olímpicos de Tóquio. Se eles se fizerem de forma “respeitosa”.

“Disse claramente que se um atleta quiser colocar um joelho no solo no pódio, ele tinha todo o meu apoio”, declarou ontem Coe aquando da inspeção do Estádio Nacional Olímpico que receberá as provas de atletismo em Tóquio.

“Os atletas querem refletir o mundo no qual eles vivem”, acrescentou ele. “Para mim, é bastante aceitável, tanto que seja feito com um respeito total pelos outros competidores, e eu penso que a maior parte dos atletas o compreendem”.

O Comité Olímpico Internacional atualizou em Janeiro as suas regras sobre o ativismo dos atletas, banindo qualquer forma de reivindicação nos pódios e nos palcos do desporto. Mas ele sugeriu que estava pronto a relaxar a sua posição, apoiando assim as discussões conduzidas pela Comissão dos Atletas Olímpicos para autorizar de formas “dignas” ações contra o racismo.

 

 

Deixar Resposta