Seleção jovem de Lisboa (sem benfiquistas) ganhou seis provas no Troféu Ibérico

0
639

(Foto de arquivo)

Teve de tudo um pouco, a presença da seleção de Lisboa de juniores e juvenis no III Troféu Ibérico, em Madrid, com as formações de Madrid, Extremadura, Castela e Aragão. Houve vitórias, algumas boas marcas, ausências e marcas fraquíssimas. E, na base, a estranha ausência dos atletas do Benfica (haviam sido selecionados 18 entre os 44 convocados de vários clubes), impedidos pelo clube de se deslocarem. Na base da proibição, ao que apurámos, esteve o facto de a Associação de Lisboa não se responsabilizar pelas despesas de deslocação e estadia dos atletas que residem longe de Lisboa e que teriam de permanecer na capital na véspera da partida e no dia da chegada. Os atletas acabaram por ser os grandes prejudicados e a seleção lisboeta apresentou-se muito desfalcada (embora alguns dos atletas tenham sido substituídos), não chegando a ter representação em algumas provas e apresentando atletas bem fracos noutras. Uma (drástica) decisão do Benfica que não se compreende…

Mas nem tudo foi negativo. Houve seis vitórias lisboetas, algumas com boas marcas, nomeadamente os 13,86 da júnior Débora Quaresma no peso/4 kg (recorde pessoal). Outros vencedores foram os juniores Rui Corvelo nos 60 m (7,03) e Ruben Amaral nos 1500 m (4.04,34 em prova tática, com Pedro Saldanha no 2º lugar, a seis centésimos) e os juvenis Rodrigo Lima nos 1500 m (4.14,22), Leonor Ferreira nos 60 m (7,74) e Rita Figueiredo nos 800 m (2.15,18). Destaque ainda para o 2º lugar, com 1.54,94, de David Garcia nos 800 m.

Deixar Resposta