Semenya imita Bolt e dedica-se ao futebol

0
600

A  sul-africana Caster Semenya, que não poderá defender o seu título mundial dos 800 metros no Mundial de  Doha devido ao novo regulamento para atletas com hiperandrogenismo, decidiu mudar de carreira e apostar no futebolA bicampeã olímpica segue assim os passos do jamaicano Usain Bolt, que também decidiu tentar trocar as pistas pelos relvados, sem grande sucesso.

Semenya, de 28 anos, treina atualmente com o JVW, um clube de Joanesburgo que disputa o campeonato feminino da África do Sul. Ela, porém, só poderá jogar no ano que vem, já que o prazo de inscrição de atletas para esta temporada terminou. “Estou concentrada nesta nova viagem. Valorizo o amor e o apoio que recebi da equipa”, declarou Semenya ao site do clube.

 

Deixar Resposta