Síndrome de Munchausen

0
425

Sintomas falsos, doenças a fingir, feridas auto-infligidas – é assim que se comportam as pessoas que sofrem de síndrome de Munchausen, uma doença mental rara mas grave alimentada por uma necessidade desesperada de atenção.

Não se conhece a causa desta síndrome mas estão identificados fatores que podem contribuir para o seu desenvolvimento: trauma na infância, nomeadamente abuso emocional, físico ou sexual; baixo sentido de identidade ou de auto-estima; perda de uma pessoa próxima devido a doença ou abandono; desejo não concretizado de ser profissional de saúde; desordens de personalidade, entre outros.

O que se sabe é que estas pessoas têm necessidades emocionais tão profundas que arriscam a própria vida para serem consideradas doentes e tratadas como tal, recebendo assim a atenção de profissionais de saúde, amigos e familiares.

Não é fácil desmascarar estes falsos doentes. São convincentes ao ponto de iludirem médicos atrás de médicos. Daí que seja extremamente difícil diagnosticar esta síndrome. Tal como é difícil tratá-la: afinal, as pessoas que dela sofrem querem ser vistas como doentes, pelo que resistem a procurar ou aceitar tratamento.

Sinais de alerta

Contar histórias dramáticas sobre inúmeros problemas médicos;

Apresentar sintomas vagos ou inconsistentes, apesar dos relatos;

Apresentar sintomas que se agravam sem razão aparente;

Insistir em que lhe sejam prescritos medicamentos com frequência;

Insistir em realizar exames médicos com frequência ou cirurgias arriscadas;

Mostrar vasto conhecimento da terminologia médica;

Procurar tratamento junto de vários médicos e unidades de saúde;

Ser internado com frequência;

Ter poucas visitas durante os internamentos;

Evitar que os médicos contactem familiares ou amigos

Deixar Resposta