Sisínio Ambriz bate recorde juvenil do comprimento (7,46)

0
192

(Foto FPA)

Depois de, no sábado, ter sido a principal figura do Nacional de Juvenis, ganhando os 100 e 200 metros, o benfiquista Sisínio Ambriz esteve em grande plano no Nacional de Juniores, realizado este domingo em seis diferentes pistas, ao ganhar o salto em comprimento com um salto de 7,46, novo recorde nacional de juvenis, melhorando em oito centímetros a anterior marca de Marcos Caldeira, em 2005. Sisínio já batera o recorde de pista coberta, com 7,37. Desta vez, o vento soprava no limite do regulamentar (+2,0 m/s). No ensaio anterior, Sisínio chegou a 7,45, mas com vento a +3,8 m/s.

Outros atletas em bom plano foram os velocistas Rui Corvelo, vencedor dos 100 metros em 10,82 (v:-0,6), e Ericsson Tavares, que ganhou os 400 m em 48,25. Nos 200 m, Ericsson também ganhou, mas com 21,79 ventosos (+3,9), contra 21,97 (+1,9) regulares de Corvelo. As dúvidas que deixam campeonatos em diversas pistas… João Pedro Buaró voltou a estar muito bem no salto com vara (5,10) e três juvenis destacaram-se nos lançamentos: os martelistas Francisco Pereira (52,12) e Bruno Faria (51,87) – ambos madeirenses – e o discóbolo Tiago Nunes (43,56). E outro juntou o título júnior ao juvenil nos 3000 m marcha: Pedro Dias.

No setor feminino, Beatriz Andrade voltou a baixar dos 12 segundos aos 100 m, com 11,89 (tem 11,82 desde 2018) e ganhou também os 200 m (24,72), mas com vento a mais (+5,8); Juliana Guerreiro melhorou de 62,82 para 62,52 nos 400 m barreiras, ganhando com mais de quatro segundos de vantagem; e Milena Lucena progrediu de 1,66 para 1,68 na altura.

Tal como no Nacional de Juvenis, não houve classificação coletiva. O Sporting ganhou sete títulos (5 fem.+2 masc.), o GD Estreito cinco (3+2) e o Benfica quatro (2+2). Grande destaque para as equipas da Madeira, que conquistaram um total de 9 títulos (entre os 38 em disputa): Estreito 5, Jardim da Serra 3, Água de Pena, 1.

Sagraram-se campeões nacionais de juniores:

MASCULINOS:
100 m – Rui Corvelo (Sporting CP) 10,82 (v:+0,6)
200 m – Ericsson Tavares (CA Seia) 21,76 (v:+3,9)
400 m – Ericsson Tavares (CA Seia) 48,25
800 m – João Peixoto (SC Braga) 1.53,05
1500 m – Etson Barros (SL Benfica) 3.54,13
3000 m – Rogério Amaral (CPT Sob. Ceira) 8.23,40
2000 ob. (s/v) – Eduardo Pestana (A Jard. Serra) 5.46,48
110 b./1m – Gustavo Rodrigo (UFC Tomar) 14,41 (v:+3,6)
400 bar. – Duarte Fernandes (CP Pontével) 55,13
Altura – Diogo Oliveira (Grecas) 2,01
Vara – João Pedro Buaró (GD Estreito) 5,10
Comp. – Sisínio Ambriz (SL Benfica) 7,46 (v:+2,0)
Triplo – Rodrigo Agostinho (CA Mar. Grande) 14,24 (v:+1,6)
Peso – Marcelo Reis (Sporting CP) 14,66
Disco – Tiago Nunes (ADRE Palhaça) 43,56
Martelo – Francisco Pereira (GD Estreito) 52,12
Dardo – Moisés Faria (GD Estreito) 54,41
3000 m marcha – Pedro Dias (CO Pechão) 13.03,91
Pentatlo – João Oliveira (NDJ Laranjeiro) 3323
FEMININOS:
100 m – Beatriz Andrade (Sporting CP) 11,89 (v:+1,7)
200 m – Beatriz Andrade (Sporting CP) 24,72 (v:+5,8)
400 m – Ana Costa (Boavista FC) 56,95
800 m – Rita Figueiredo (Sporting CP) 2.10,73
1500 m – Alexandra Canedo (Maia AC) 4.50,99
3000 m – Inês Borba (A Jard. Serra) 9.53,62
2000 ob. (s/v) – Bárbara Neiva (Sporting CP) 6.53,24
100 bar. – Margarida Patrício (AEA Cartaxo) 15,09 (v:+1,9)
400 bar. – Juliana Guerreiro (Sporting CP) 62,52
Altura – Milena Lucena (GD Estreito) 1,68
Vara – Sara Pereira (A Jard. Serra) 3.20
Comp. – Lurdes Oliveira (GR Eirense) 5,65 (v:+1,2)
Triplo – Rosa Djombate (SL Benfica) 12,12 (v:+1,6)
Peso – Letícia Lopes (CD Quarteira) 12,22
Disco – Eva Gonçalves (NA Cucujães) 41,29
Martelo – Mariana Pestana (GD Estreito) 53,45
Dardo – Bárbara Bica (SL Benfica) 40,11
3000 m M – Adriana Viveiros (ADR Ág. Pena) 13.28,85
Pentatlo – Inês Pires (GCA Donas) 2419

Deixar Resposta