Sporting é campeão nacional da I Divisão Pista Coberta

0
2871

O Sporting somou este domingo, em Pombal, o seu 17º título nacional masculino de pista coberta (depois de cinco vitórias do Benfica) e o 22º feminino (em 23 anos). O Benfica pode queixar-se do azar de Marcos Chuva, que se lesionou no comprimento (sem esse percalço, o Benfica que perdeu por cinco pontos, seria campeão por um!). Mais do que as ausências de Diogo Antunes nos 60 m e de Tiago Pereira no triplo, a que o Sporting pode contrapor a falta de Hélio Gomes nos 1500 m (não foi preciso nos 3000 m).

Sporting e Benfica ganharam sete provas cada um. O Benfica foi duas vezes terceiro, contra apenas uma do Sporting. Mas o Benfica teve o tal 6º lugar de Marcos Chuva… O SC Braga foi claro terceiro.

Cedo as eventuais dúvidas que restassem nesta jornada se definiram a favor do Sporting, que partiu com três pontos de vantagem. O (esperado) terceiro lugar benfiquista nas barreiras e a vitória de Sandy Martins sobre Miguel Moreira (por sete centésimos) nos 800 m confirmaram as previsões de vantagem sportinguista. Um inferiorizado Marco Fortes (apenas 15,55) aguentou (por 17 cm) o 2º lugar no peso. E nem o (apenas) 3º lugar de Ancuiam Lopes nos 200 m (22.03), prova que correu em série diferente de David Lima (21,47) e do surpreendente bracarense Eduardo Sá (21,56 – 11º de sempre) fez “tremer” o Sporting. Depois, as escassas dúvidas que poderiam surgir ficaram dissipadas com o triunfo de Hugo Correia (8.27,22) sobre Emanuel Rolim (8.27,59) numa muito lenta prova de 3000 m.

A terminar, Nelson Évora foi natural vencedor do triplo, com 16,55 e o Benfica confirmou o favoritismo nos 4×400 m.

No setor feminino, o Sporting continuou a dominar, como se esperava, embora duas benfiquistas se tenham salientado a abrir a jornada: Marisa Carvalho derrotou Eva Vital (8,37-8,53), igualando o recorde nacional júnior desta última; Rivinilda Mentai venceu Loréne Bazolo nos 200 m (23,89-23,98) e tornou-se a terceira portuguesa abaixo dos 24 segundos, depois de Lucrécia Jardim (23,20) e Carmo Tavares (23,68).

Patrícia Mamona voltou a passar os 14 metros, conseguindo mesmo a melhor marca nacional do ano (14,13); Marta Onofre passou 4,20M na vara e tentou 4,33; e foi excelente, também, a prova de 800 metros, com três atletas abaixo de 2.10 e com recordes pessoais: a sportinguista Salomé Afonso liderou sempre e ganhou com 2.07,40, à frente da júnior do Benfica Patrícia Silva (2.09,43) e de Mariana Machado (SC Braga), que bateu o recorde juvenil dos 800 m (2.09,85) depois de no sábado ter melhorado o de 1500 m (antes: Diana Soares, 2.11,70). Patrícia (filha de Rui Silva) e Mariana (filha de Albertina Machado) têm a quem sair…

O Sporting ganhou 10 das 14 provas do programa, dominando por completo, como se esperava. O Benfica, com uma segunda jornada positiva (duas vitórias individuais e mais quatro segundos lugares), acabou por garantir o 2º lugar, 12 pontos à frente da J. Vidigalense.

A luta Sporting-Benfica (masculinos)

Disciplina Atleta Marca Classificação Atleta Marca Classificação
200m Ancuiam Lopes 22,03 David Lima 21,47
800m Sandy Martins 1.53,55 Miguel Moreira 1.53,62
3000m Hugo Correia 8.27,22

 

 

Emanuel Rolim 8.27,59
60m barreiras Rasul Dabo 7,89 Hélio Vaz 8,04
Triplo-salto Nelson Évora 16,55 Tiago Pereira 14,40
Peso Marco Fortes 15,55 Tsanko Arnaudov 19,69
4X400m Sporting 3.18,59 Benfica 3.16,91

 

Os melhores das restantes equipas:

200 m          2º Eduardo Sá (SC Braga)                        21,56

800 m          3º João Bernardo (J. Vidigalense)           1.56,31

3000 m        3º Daniel Gregório (CA Seia)                  8.29,46

60 bar.         2º João Fontela (J. Vidigalense)                  7,99

Triplo          2º Ricardo Jaquité (SC Braga)                    15,43

Peso            3º Adriano Lopes (J. Vidigalense)              15,38

4×400 m      3º J.Vidigalense                                    3.22,97

A «luta» Sporting-restantes clubes (femininos)

                        SPORTING                                      RESTANTES

200 m          2ª Lorène Bazolo       23,98      1ª Rivinilda Mentai (SLB)   23,89

800 m          1ª Salomé Afonso   2.07,40       2ª Patrícia Silva (SLB)     2.09,43

3000 m        1ª Ana Ferreira       9.43,70      2ª Marta Martins (ACRSD) 9.45,86

60 bar.         2ª Eva Vital                 8,53       1ª Marisa Carvalho (SLB)     8,37

Vara            1ª Marta Onofre           4,20        2ª Cátia Pereira (SLB)          3,95

Triplo          1ª Patrícia Mamona     14,13         2ª Susana Costa (SLB)       13,70

Peso            1ª Jessica Inchude      16,16       2ª Eliane Bandeira (JV)         14,29

4×400 m      1º Sporting              3.41,86       2º Benfica                         3.42,46

PONTUAÇÕES COLETIVAS:

 Femininos
Posição Clube Pontos
1 Sporting CP 108
2 SL Benfica 87
3 Juv. Vidigalense 75
4 GRECAS 53
5 SC Braga 50
6 GA Fátima 44.5
7 ACR Sª Desterro 44
8 A Jardim da Serra 38.5

 

Masculinos

Posição Clube Pontos
1 Sporting CP 104
2 SL Benfica 99
3 SC Braga 71
4 CA Seia 58
5 Juv. Vidigalense 56
6 ACR Sª Desterro 44
7 A Jardim Serra 39
8 Gira Sol 30

Deixar Resposta