Sporting lidera Nacional de Juvenis

2
577

(Foto de arquivo)

As equipas masculina e feminina do Sporting lideram o Campeonato Nacional de Juvenis, que teve este sábado a primeira jornada na pista de Fátima. Enquanto no setor masculino o Sporting soma 85 pontos, contra 71 do Benfica e 44 da J. Vidigalense, no feminino há mais equilíbrio, com três pontos a separarem Sporting (61) e J. Vidigalense (58), com o GD Estreito a fechar o pódio (51).

Alguns pontos a salientar nesta primeira jornada:

– As vitórias dos ainda iniciados Sisínio Ambriz (Benfica), com 10,88 aos 100 m (v:+2,2) e 17 centésimos de vantagem sobre o segundo; Francisco Silva (Esc. Rosa Oliveira), com 4.10,78 nos 1500 m; Lurdes Oliveira (UC Eirense), com um recorde pessoal de 5,69 (+1,6) no comprimento; e Marta L. Araújo (Ol. Vianense), com 1,61 na altura.

– A larga vantagem nos 2000 m obstáculos de Beatriz Rios (A. Montanha), com 6.56,97 e 25 segundos para a segunda, e de Eduardo Pestana (A Jardim Serra), com 6.01,82 (recorde pessoal) e 12 segundos para o segundo.

– A dupla vitória de Eva Gonçalves (NA Cucujães) no disco/1kg (42,44) e martelo/3kg (48,22).

– O progresso da campeã de 100 m, Iris Silva (AA Mafra), que melhorou de 12,44 para 12,25 (v:+0,3), derrotando Leonor Ferreira (Maratona), com 12,45.

– Os recordes pessoais e melhores marcas juvenis do ano de Diogo Meneses (J. Vidigalense) na vara (4,35) e Pedro Dias (CO Pechão) nos 5000 m marcha (22.30,51).

– O bom despique nos 1500 m entre Rita Figueiredo (GD Ribeirinhos), com um recorde pessoal de 4.35,83, e Inês Borba (V. Setúbal), com 4.38,06.

– O bom despique no peso/5kg, entre Marcelo Reis (CA Oliv. Bairro), que melhorou um centímetro para 15,86, e André Carvalho (Sporting), que progrediu 50 centímetros, para 15,63.

– A vitória (e folgada!) nos 4×100 m femininos do Maratona CP (48,49), clube que nos habituámos a ver como dedicado ao meio-fundo e agora tem um lote de bem promissoras velocistas.

Outros vencedores:

Masculinos: 300 m – Duarte Fernandes CP Pontével) 35,90; comprimento – Guilherme Almeida (Esc. Movimento) 7,03 (+3,2; 6,86/-0,6); dardo – Moisés Faria (GD Estreito) 59,73; 4×100 m – Sporting 43,62.

Femininos: 300 m – Sofia Lavreshina JV 39,94; 5000 m marcha – Bruna Marques (CF Oliv. Douro) 24.39,06.

2 Comentários

  1. Alguém me explica como funciona o sistema de pontuação coletiva, pois não consigo acertar com a pontuação, estive a cabular por exemplo a prestação do SCP em femininos e não chego aos 61 pontos.
    Mas a pontuação não é de 12 a 1 pontos?

    Aqui fica a prestação do Sporting

    Disco Lara Silva 14°
    300 mt Maria Neto 4° e Catarina Figueiredo 11°
    Martelo sem atleta
    1500 mt Camila Gomes 3° e Matilde Reis em 7°
    Altura Gabriela Gorenco 7° e Mariana Ribeiro em 8°
    100 mt Sandra Gomes 11° ex equo
    2000obst sem atleta
    Comprimento Luana Soares 9°
    4×100 3°
    5000mt marcha sem atleta

    • fazendo as contas dá
      9+2 =11
      10+6=16
      6+5=11
      2
      4
      10
      Isto todo somado dá 54 Pontos como fecho no primeiro dia.

      Isto é o que consta nos regulamentos :

      Artº 27º – CAMPEONATOS NACIONAIS DE JUVENIS
      1. Apenas poderão participar nestes Campeonatos, atletas masculinos e femininos
      dos escalões de iniciados e juvenis que tenham cumprido com as normas de
      acesso, anualmente definidos para estes campeonatos.
      2. Em cada prova, só poderão pontuar até um máximo de 3 (três) atletas por clube,
      sendo os outros, para efeitos de pontuação, considerados como atletas individuais.
      3. Nas estafetas apenas poderá pontuar uma equipa de cada clube.
      1. Não é permitida a inscrição de equipas de estafetas constituídas por atletas
      individuais, ou por atletas de clubes diferentes.
      4. As corridas de distância igual ou superior a 200 metros, bem como as corridas de
      estafetas, serão obrigatoriamente disputadas por séries.
      5. Nestes Campeonatos, a classificação coletiva só considerará os clubes que tenham
      apresentado três atletas pontuados ou cinco atletas a participar.
      Regulamento Geral de Competições – Escalões Jovens Página 12 de 19
      6. Nestes campeonatos serão pontuados até ao máximo de 12 atletas por prova,
      atribuindo-se ao primeiro classificado 12 pontos, ao segundo classificado 11
      pontos, e assim sucessivamente até 1 ponto ao eventual 12º classificado.
      7. A soma dos pontos dos atletas de cada clube ditará a pontuação dos mesmos.
      8. Definida a pontuação das equipas, estas serão ordenadas por ordem decrescente
      do total de pontos obtidos

      Alguém que me possa tirar as dúvidas, obrigado!

Deixar Resposta