Suar mais significa perder peso?

0
2843

Durante os treinos, é normal ouvimos diversas dúvidas sobre a relação entre o suor e a perda de peso durante a atividade física. Divulgamos seguidamente as principais questões levantadas pelos atletas nos treinos de corrida:

É comum os atletas relacionarem o excesso de suor com a perda de peso? Porquê?

A perda de líquidos com a perda de gordura não tem nenhuma relação direta. Durante a atividade física, o corpo luta para manter a sua temperatura estável e para isso, produz suor como mecanismo de perda de calor. A quantidade de suor não determina se estamos perdendo gordura ou não. Mostra porém que estamos realizando alguma atividade metabólica o que gera a confusão com perda de gordura.

Existe alguma associação da perda de peso com o suor?
Sempre que fazemos uma atividade física que tem como foco a perda de peso, ou seja, redução de gordura corporal, estaremos elevando a temperatura do nosso corpo e assim ativamos o mecanismo de controlo da homeostase que pode gerar suor. Porém, podemos suar em diversas outras ocasiões que não estão diretamente relacionadas à perda de gordura.
Treinar em dias quentes com blusas pode prejudicar o treino, devido à desidratação?

Sim, sem dúvida! Isso só irá prejudicar o seu desempenho físico provocando maior desidratação e consequente redução de performance. Em casos extremos, essa conduta pode colocar a saúde do indivíduo em sérios riscos.

Treinar com roupas leves e finas faz o atleta perder menos peso?
Usar roupas leves facilitará o processo de troca de calor com o meio ambiente. Isso ajudará a gastar menos energia e a reduzir o índice de desidratação durante a atividade. Essa conduta pode fazer com que o atleta sue menos. Porém, a perda de peso será a mesma se ele se hidratar corretamente.
Perder água e não rehidratar o corpo com medo de engordar, é um risco?
Além de ser um risco é um grande equívoco! Quando nos hidratamos com água ou bebida isotónica, estamos repondo apenas os líquidos e eletrólitos que perdemos durante a atividade. Não existe nenhuma relação com um ganho de gordura corporal.
Como afeta a desidratação o rendimento de um corredor?
O corredor desidratado perde a capacidade de realizar as funções metabólicas de maneira eficiente, reduz a sua coordenação motora e a capacidade de contração muscular. Isso pode aumentar o índice de lesões musculares e em casos mais extremos, vir a ter complicações cardíacas e perda de consciência, com a possibilidade de sequelas permanentes.

 

Deixar Resposta