Taça dos Campeões… muito portuguesa

0
2186

As equipas portuguesas ganharam cerca de metade das Taças dos Clubes Campeões Europeus de corta-mato em que competiram, liderando a lista de vencedores tanto no setor masculino (Sporting, com 14) como no feminino (Maratona, com 7). E, na edição deste domingo, em Mira, o Sporting pode juntar mais títulos ao palmarés, em especial no setor feminino, no qual tem apenas uma presença (4º lugar em 2015) mas apresenta agora uma equipa bem forte, com Jéssica Augusto, Sara Moreira, Inês Monteiro, Salomé Rocha, Catarina Ribeiro e a bielorussa Sviatlana Kudzelich.

Esta é a 37ª edição feminina da competição e, nas 36 anteriores, o Maratona ganhou 10 vezes e o Sp. Braga sete vezes. Só depois vem a formação russa do Lutch, com quatro triunfos. A equipa turca do Uskudar Beledye ganhou as três últimas edições e apresenta-se, juntamente com a formação espanhola do Bilbao Atletismo Santutxu (que conta com a romena Ancuta Bobocel), como principais opositoras do Sporting.

No setor masculino, em 54 edições (esta será a 55ª), o Sporting conta com 14 triunfos, o Maratona com 6 e a Conforlimpa ganhou uma vez, somando 21 triunfos portugueses em 41 presenças nacionais (Portugal só começou a participar na 15ª edição, em 1976). A formação espanhola da Adidas tem 8 triunfos e a belga do Liégeois ganhou seis, entre 1970 e 1980. O Sporting regressou à competição em 2017 (não participava desde 1998), sendo segundo, e volta a ser candidato ao pódio este ano, graças em especial ao reforço do jovem queniano Davis Kiplangat, candidato ao triunfo individual. Contará ainda com Rui Pedro Silva, Licínio Pimentel, Alberto Paulo, Bruno Albuquerque e Rui Teixeira. Também neste caso as formações espanhola (Atletismo Bikila) e turca (Istambul BBSK, atual campeão) serão as principais adversárias. Na generalidade dos restantes países, os clubes não investem e os principais atletas estão distribuídos por várias equipas.

Nos escalões juniores, que vigoram desde 2006, o Benfica triunfou no setor masculino em 2012 e 2013, mas não terá grandes aspirações este ano (foi 6º em 2017), enquanto o Sporting se estreia no setor feminino, no qual as melhores classificações nacionais (2º lugares) pertenceram ao Sp. Braga (2006), UD Várzea (2009 e 2012) e Benfica (2011).

As provas iniciar-se-ão às 10 horas com as juniores (12 equipas inscritas), seguindo-se os juniores (14 equipas) às 10.40 h. A prova de seniores femininos (com 15 equipas) será às 11.25 h e a masculina (22 equipas) às 12.10 h.

Nacional de Marcha, em Quarteira

Também na manhã de domingo, em Quarteira (a partir das 9 h), realizar-se-á o Campeonato Nacional de Marcha, que terá mais uma vez como favoritos João Vieira, a dias de completar 42 anos (!) e que se prepara para o ganhar seu 45º título nacional (!), e Ana Cabecinha, tendo respetivamente Miguel Carvalho e Inês Henriques como principais adversários. Realizar-se-ão também campeonatos de juniores (10 km), juvenis (10 e 5 km) e veteranos (10 e 5 km) e ainda o Torneio Marchador Jovem, este ano com Ana Cabecinha como patrona.

Deixar Resposta