TAS proibe médico de exercer no desporto

0
2300

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) proibiu Serguei Portugalov de exercer funções em áreas ligadas ao desporto. O médico foi acusado de ser responsável por práticas de doping no atletismo russo.
A sanção aplicada ao médico foi anunciada pela Federação de Atletismo da Rússia mas ainda não foi confirmada pelo TAS.
Em 2015, baseando-se nas acusações que davam conta do envolvimento de Portugalov em casos de doping, a Agência Mundial Antidopagem (AMA) pediu que o médico fosse proibido de trabalhar em áreas relacionadas com o desporto.
A Rússia foi suspensa das competições internacionais depois de o relatório McLaren, da AMA, ter revelado um sistema de dopagem alargado, com apoio estatal.

 

Deixar Resposta