Tiago Pereira (16,48 no triplo) e Tsanko (20,68 no peso) em foco na jornada da tarde do Regional lisboeta

0
289

(Foto de arquivo)

Alguns bons resultados na 2ª jornada do Regional de Lisboa, realizado na tarde deste sábado no Estádio Universitário. No setor masculino, Tiago Pereira chegou a 16,48 no triplo, a escassos 12 centímetros do seu recorde pessoal, depois de ter conseguido outros ensaios a 16,21, 16,43 e 16,31. No peso, com Francisco Belo fora da competição depois de três nulos iniciais, Tsanko Arnaudov ganhou com 20,68, a cinco centímetros do seu melhor desta época (em pista coberta). Marco Fortes foi segundo com 16,88. Na altura, Gerson Baldé passou 2,19 (à 3ª) e falhou 2,21. No dardo, Ilírio Nazaré chegou a 59,79 mas o júnior Dinis Rainha deu boa réplica (57,30). Destaque ainda para outro júnior, Omar Elkhatib, o melhor nos 400 m, com 48,53. Bom despique entre Hugo Rocha (3.50,09) e Samuel Barata (3.50,99) nuns 1500 m em pistas separadas. João Vítor Oliveira foi natural vencedor dos 110 m barreiras, com 14,37 (v:-1,3 m/s); Pedro Isidro ganhou os 3000 m marcha (13.25,37); e Delvis Santos venceu a prova extra de 200 m, com 21,93 (v:-2,0).

No setor feminino, destaque, como se esperava, para a prova de peso que a favorita Auriol Dongmo ganhou com 18,04, no seu último e único ensaio válido, e mais três atletas passaram os 16 metros, desta vez com Eliana Bandeira (16,69) à frente de Jéssica Inchude (16,63) e Francislaine Serra (16,05). Patrícia Mamona regressou no comprimento mas ainda naturalmente longe do seu melhor, com 6,11 (Teresa Carvalho, 5,97); Cátia Azevedo foi natural vencedora dos 400 m (53,82), à frente de Dorothe Évora (55,53), tal como Olímpia Barbosa (14,34) derrotou Fatoumata Baldé (14,53) nos 100 m barreiras (v:-3,0). Vencedora do dardo com 47,44, Marlene Araújo melhorou o seu recorde pessoal (46,17 em 2017). Vitória de Tamiris de Lis nos 200 m (v:-0,9), com 24,30, à frente de Leonor Ferreira, cujos 24,91 a colocam à beira do top’10 juvenil de sempre. Susana Francisco ganhou os 1500 m (4.31,52) e Vera Santos os 3000 m marcha (13.41,27).

Nas provas extras para jovens, o grande destaque vai para Inês Custódio (Novas Luzes) que por três vezes melhorou o seu recorde nacional de iniciadas de disco (500 g), de 41,30 (em janeiro passado) para 41,33, 41,98 e 42,77. Bons 56,33 do iniciado João Fernandes no dardo (600 g).

Deixar Resposta