Tony Martin, promessa do salto em comprimento, morto num tiroteio nos Estados Unidos

0
243

Um jovem de 19 anos e promessa do atletismo americano morreu no último domingo. Tony Martin foi atingido durante um tiroteio no estacionamento de um posto de gasolina no estado de Michigan. Especialista do salto em comprimento, ele era descrito como um saltador com muito potencial e amor pelas pistas. De acordo com a polícia, Martin estava reunido com outros jovens no local quando foi baleado.

De acordo com a polícia, Martin já estava morto quando ela chegou ao local. Além do atleta, outro jovem, de 22 anos, apesar de ter sido levado ainda com vida ao hospital, também morreu na sequência do tiroteio. Para DeEddie Sanders, técnico de Tony na época da escola, não há um motivo claro que justifique a presença do seu pupilo naquele local. “Ele nunca se meteu em confusões. Tinha boas notas. Ele não andava com muitos jovens. Estava sempre sozinho. Nós éramos muito próximos. Ele tinha muito potencial nas pistas. Esse era o seu primeiro amor”.

Em 2019, quando ainda estava na escola, Tony Martin teria saltado pouco mais de 8 metros, o melhor salto de um estudante do ensino médio do estado do Michigan. Caso tivesse sido ratificado, o salto seria o sétimo melhor da história do atletismo norte-americano

Tony Martin foi homenageado durante uma vigília em Michigan, que contou com a presença de antigos colegas da equipa do jovem de 19 anos, que deixa um filho. Numa pedra, os presentes escreveram a frase “Long Live Tony”( vida longa a Tony). A polícia ainda não prendeu nenhum suspeito envolvido no tiroteio.

 

Deixar Resposta