Trail na China com 6.000 corredores apesar do coronavírus

0
196

Chongli, a 200 km de Pequim, recebeu o evento que incluiu uma série de distâncias com uma atmosfera ‘fantástica’ após meses de restrições devido ao coronavírus.

Realizou-se na China o Trail de Chongli 168, com mais de 6.000 participantes nas várias distâncias que incluíram 30 km, 50 km, 70 km, 100 km e ainda 168 km.

Lentamente, os trails estão a regressar à Europa e Estados Unidos, ainda que com uma série de regras sanitárias adequadas à pandemia do coronavírus, como o distanciamento físico nas áreas de partida e chegada, partida em grupos, uso de máscara ao recolher os kits e ao entrar na área da partida, uso de desinfetante para as mãos, medição da temperatura e outras regras que permitem que as corridas prossigam.

A International Trail Running Association recomendou uma série de medidas preventivas. Para outras corridas na China, os mesmos novos padrões estão a ser aplicados.

“Já passou muito tempo desde que houve uma corrida a sério. Tudo estava normal, havia muitos mídia. Foi especial nestas condições ”, disse o russo Grigory Maksimov que foi quinto na prova de 168 km.

Maksimov mora em Dalien, na província de Liaoning, que teve um recente ressurgimento do coronavírus. Todos os competidores de Dalien foram solicitados a apresentar um teste negativo com uma semana, mas os corredores que viajaram de áreas que já recuperaram do vírus, não foram submetidos ao teste.

“A maioria dos corredores estava hesitante e surpreendida com a corrida. Estávamos preparados para saber se ela fosse cancelada apenas uma semana antes do evento. ”

“Houve outras corridas em Abril, Maio e Junho que foram adiadas ou canceladas apenas uma semana antes”, disse ele. “E aqui estamos tendo uma das maiores corridas na China realmente a acontecer.”

Existem na China outras corridas ainda este ano que podem atrair milhares de participantes como o Ninghai 100 em Outubro e o Gaoligong da UTMB em Dezembro. Ambos são eventos do Ultra Trail World Tour.

“Para as corridas de Setembro e Outubro, não há notícias de cancelamentos”, disse Maksimov. “Os chineses estão vivendo muito bem com esta pandemia – pelo menos é o que estão dizendo – e tiveram que provar isso, permitindo que as organizações organizassem corridas”.

Deixar Resposta