Tratar da saúde mental dos corredores durante a pandemia

0
383

Como está a saúde mental de muitos corredores durante o isolamento social devido à pandemia de coronavírus? Não há provas nem se sabe quando, há muitos sonhos adiados, planos de treino em suspenso, angústia do confinamento, desânimo… Houve um leitor que nos disse: “O confinamento está-me a degradar a saúde mental”.

São variados os sentimentos dos corredores. Por isso, além de manter o exercício físico – dentro das possibilidades de cada um -, é essencial dar atenção à saúde mental nesta fase.

Afinal, quem está habituado a correr todos os dias, estar parado nunca pode ser a meta desejada. Há que movimentar a mente, para além do corpo.

É importante não entrar em pânico. As pessoas habituadas à prática desportiva viram-se obrigadas a reajustar o ritmo de vida e da sua família. Há que seguir as recomendações das autoridades nacionais e da Organização Mundial de Saúde, para que possamos regressar quanto antes à rotina de corredor e restantes atividades físicas e laborais.

Para mantermos a saúde física e mental, é fundamental fixarmos estratégias para mantermos o nosso dia cheio de atividades. Por isso, é essencial:

  1. Montar uma rotina
    Procure manter o dia a dia, o mais semelhante possível ao que já estava habituado. Quanto mais energia a pessoa tiver, maior a quantidade de tarefas diárias para serem realizadas.
    Acorde, trabalhe e alimente-se sempre que possível nos mesmos horários. Tanto nas atividades domésticas como no teletrabalho, é essencial respeitar as pausas e o fim de expediente.
  2. Faça exercícios que se adaptem às regras em vigor .
    O exercício físico permite-nos sair do sedentarismo e manter a condição física. Mas para que ele tenha o efeito desejado, é necessário reservarmos horários e número de dias que consigamos efetivamente realizá-los. Pode sair de casa e ir treinar, com todos os cuidados recomendados.
  3. Faça atividades relaxantes
    Monte uma playlist, procure os filmes e séries que sempre quis ver; cozinhe o seu prato favorito; leia aquele livro que nunca teve tempo de o fazer. Ligue aos familiares e amigos.

É importante salientar que todas estas atividades conjugadas com uma alimentação saudável e uma boa noite de sono, vão ajudar para quando a nossa rotina voltar ao normal.

Milhares de corredores já estavam inscritos em muitas provas, que foram entretanto adiadas ou anuladas. É uma situação frustrante, depois de terem sido criadas grandes expetativas para esta ou aquela prova. Mas nas atuais circunstâncias, há valores mais importantes na vida. É preciso reinventar-nos, seja no exercício, na limpeza da casa, no contato com os pais, esposa/marido e filhos. É também importante desligar-se um pouco das notícias dadas a todas as horas que podem causar stresse e ansiedade para as atividades que ativam o prazer.

Tanto quem trabalha fora de casa como as pessoas que estão agora em teletrabalho, não estão acostumados a este ritmo de vida. Cada um está vivendo de uma maneira única o seu confinamento – uns mais facilmente, outros com mais dificuldade (até financeiramente). Mas saberemos ultrapassar esta fase negativa ocasionada pela pandemia e voltar a sorrir um dia.

As corridas fazem parte das nossas vidas e, como estamos acostumados a superar metas e desafios, este problema será mais um a ser ultrapassado.

Deixar Resposta