Treinador francês suspenso por 30 anos pela Federação por violências sexuais

0
150

Um treinador de atletismo e ex-dirigente de um clube de Saint-Germain-en-Laye (arredores de Paris) foi proibido de treinar pela justiça e suspenso por 30 anos pela Federação Francesa de Atletismo, devido a violências sexuais.

O indivíduo de 42 anos, foi acusado de estupro e assédio sexual sobre sete adolescentes com idades entre os 16 e 18 anos, atletas do clube ao momento dos factos, entre 2007 e 2019.

O clube, reunido em Assembleia Geral no passado 30 de Julho, votou a sua dissolução com efeitos a partir de 31 deste mês.

Tanto a proibição de treinar, imposta pela justiça francesa, como a pena de 30 anos imposta pela Comissão Disciplinar da Federação foram contestadas pelo advogado do treinador que considerou as relações terem sido consentidas pelas adolescentes.

O desporto francês tem conhecido ultimamente uma vaga de revelações de agressões sexuais nas suas estruturas. A ministra dos Desportos, Roxana Maracineanu, contou desde o início de Julho 180 pessoas implicadas em casos presumíveis de violências sexuais.

Deixar Resposta