Três dezenas de atletas previstos para o Europeu de Berlim

0
1978

Se fosse hoje, seriam 33 (ou 34) os atletas portugueses selecionados para o Europeu de Berlim, a realizar entre 6 e 12 de agosto e cujos mínimos poderão ser alcançados até 29 deste mês. Um número inferior ao das últimas edições em anos não olímpicos (os campeonatos de 2016 não tiveram marcha e os de 2012 não incluíram marcha e maratona): estiveram entre 40 e 42 atletas nas edições de 2002, 2010 e 2014 mas apenas 28 em 2006.

Há já quatro atletas selecionados, nos 50 km marcha (3) e maratona (1) e há mais 17 que têm marcas de qualificação (ou mínimos A) com confirmação em 2018 através da obtenção de mínimos B. Apenas três atletas, que estiveram com problemas físicos em boa parte da época, não confirmaram esses mínimos: David Lima, Salomé Rocha e Patrícia Mamona. Esta, campeã europeia em 2016 e, por isso, com um “wild card” da Associação Europeia, ainda tenta esse mínimo… ou, mais propriamente, um estado de forma que justifique a presença.

Há depois mais uma série de atletas (nada menos de 12) com mínimos B, equivalentes aos mínimos da Associação Europeia. Segundo os critérios da federação portuguesa, terão acesso ao Europeu caso sejam os únicos nessa prova ou sejam sub’23. O que significa que a maioria será selecionada. Serão exceções (caso não melhorem) Luís Miguel Borges nos obstáculos (André Pereira tem melhor), Edi Maia na vara (Diogo Ferreira tem mínimo A) e Miguel Carvalho nos 20 km marcha (ou será que João Vieira opta apenas pelos 50 km?). A marchadora Edna Barros é sub’23 pelo que entra nos critérios.

Há ainda o caso das estafetas, as quais serão apuradas segundo um ranking baseado nos dois melhores tempos desde 1 de janeiro de 2017. Neste momento, a de 4×100 metros masculinos é 8ª (está praticamente apurada) e a de 4×400 m femininos é 14ª (ainda dentro do limite das 16). Curiosamente, há quatro velocistas com mínimos A (Carlos Nascimento) ou B (Yazaldes Nascimento, Diogo Antunes e José Pedro Lopes), pelo que deverão ser estes os escolhidos, podendo três deles alinhar também nos 100 metros. Relativamente à equipa de 4×400 m, Cátia Azevedo é a única já com mínimos nos 400 m, mas deverá ser acompanhada na estafeta por Rivinilda Mentai, Filipa Martins e Dorothe Évora.

Contas feitas, são 33 os atletas com um pé em Berlim, aos quais se poderá juntar Patrícia Mamona e… alguém mais que consiga os mínimos (e os critérios de seleção) nos 12 dias que restam até à data limite.

Atletas já selecionados (4):
Masculinos:
50 km marcha João Vieira (SCP)
Pedro Isidro (SLB)
Femininos:
50 km marcha Inês Henriques (CNRM)
Maratona Filomena Costa (AJS)
Atletas com marca de qualificação A, já confirmada em 2018 (+17):
Masculinos:
100 m Carlos Nascimento (SCP)*
10000 m Samuel Barata (SLB)
Vara Diogo Ferreira (SLB)
Triplo Nelson Évora (SCP)
Peso Tsanko Arnaudov (SLB)
Francisco Belo (SLB)
20 km marcha João Vieira (SCP)
Femininos:
200 m Lorène Bazolo (SCP)
400 m Cátia Azevedo (SCP)
800/1500 m Marta Pen (SLB)
10000 m Sara Moreira (SCP)
Inês Monteiro (SCP)
Catarina Ribeiro (SCP)
Triplo Susana Costa (AFR)
Disco Irina Rodrigues (SCP)
Liliana Cá (ADNL)
Heptatlo Lecabela Quaresma (JV)
20 km marcha Ana Cabecinha (COP)
Inês Henriques (CNRM)

 

Atletas com marca de qualificação A em 2017 mas ainda não confirmada em 2018 (3):
Masculinos:
100/200 m David Lima (SLB)
Femininos:
10000 m Salomé Rocha (SCP)
Triplo Patrícia Mamona (SCP)
Atletas com marca de qualificação B (+12):
Masculinos:
100 m Yazaldes Nascimento (SCP)*
Diogo Antunes (SLB)*
José Pedro Lopes (SLB)*
200/400 m Ricardo Santos (SLB)
3000 m obstáculos André Pereira (SLB)
Luís Miguel Borges (SLB)
400 bar. Diogo Mestre (SLB)
Vara Edi Maia (SCP)
20 km marcha Miguel Carvalho (SLB)
Femininos:
100 m Lorène Bazolo (SCP)
Comp. Evelise Veiga (SCP)
Peso Eliana Bandeira (JV)
20 km marcha Edna Barros (COP)
Atletas para a seleção de 4×400 m (3):
4×400 m Rivinilda Mentai (SLB)
Filipa Martins (SCP)
Dorothe Évora (SCP)
* atletas que poderão integrar a equipa de 4×100 m

 

Deixar Resposta