Três dirigentes do atletismo banidos da modalidade

0
1728

TAS rejeita argumentos da defesa de Balakhnichev, Melnikov e Diack

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) rejeitou os recursos de Valentin Balakhnichev, Alexei Melnikov e Papa Massata Diack contra a decisão da Comissão de Ética da IAAF de 7 de janeiro de 2016. Na ocasião, os dirigentes foram banidos de forma vitalícia da modalidade por violarem as regras de doping.

O russo Valentin Balakhnichev foi tesoureiro da IAAF até dezembro de 2014 e também antigo presidente da federação. Alexei Melnikov é ex-técnico da equipa de marcha atlética da Rússia, e o senegalês Papa Massata Diack, ex-consultor da IAAF e filho do ex-presidente da IAAF, Lamine Diack.

Os recursos dos três dirigentes foram consolidados e encaminhados para o mesmo painel de árbitros do TAS, que concluiu, com base nas provas apresentadas, que as acusações contra Balakhnichev, Melnikov e Diack foram estabelecidas além de qualquer dúvida razoável e que as sanções impostas devem ser mantidas.

Deixar Resposta