Tsanko com 4ª marca de sempre e Pichardo (17,60) em grande

0
2030

Tsanko Arnaudov, com 20,80 como melhor e mais dois lançamentos a 20,71, e Pedro Pichardo, vencedor do triplo com 17,60, estiveram em excelente plano no Meeting de Lausana, da Liga de Diamante, esta quinta-feira.

O lançador foi 7º no peso, com a sua quarta marca de sempre, apenas superada pelos seus três recordes nacionais: 21,06 em 2015 e 21,08 e 21,56 esta época. O atleta do Benfica abriu com 20,71 e 20,80 e, depois de um nulo, voltou a lançar 20,71, seguindo-se dois nulos. Mostrou estar cada vez mais consistente bem acima dos 20 metros.

A prova foi ganha pelo norte-americano Ryan Crouser, que fez a sua primeira prova depois de recentes 22,65 e se mostrou consistente, com quatro lançamentos acima dos 22 metros, o melhor dos quais a 22,39. Derrotou o neozelandês Tom Walsh (21,97) e o checo Tomas Stanek (21,36).

As atenções nacionais estavam também centradas no triplo, prova na qual o benfiquista Pedro Pablo Pichardo estava presente. E ele começou da melhor forma, com um ensaio a 17,44 (v:+0,1) e outro a 17,54 (v:-0,0), concluindo o concurso com 17,60 (v:-0,3), marca que o coloca como terceiro mundial do ano, a seguir aos norte-americanos Christian Taylor (18,11) e Will Claye (17,91), a quem derrotou neste concurso: Taylor chegou a 17,49 e Claye a 17,12. Pichardo prescindiu de dois saltos (4º e 5º).

Russa Lasiskene passou 2,06

A grande figura da sessão, que teve excelente nível (cinco melhores marcas mundiais do ano), foi a russa (agora a competir como individual) Mariya Lasiskene, que passou 2,06 na altura, melhor marca mundial do ano e recorde da Liga de Diamante. Tentou depois o recorde mundial a 2,10.

Excelente prova foi a do dardo feminino. A checa Barborá Spotaková abriu com 67,40 e só foi ultrapassada pelo lançamento final da campeã olímpica, a croata Sara Kolak, com 68,43, melhor marca mundial do ano.

O sul-africano Wayde van Niekerk confirmou o favoritismo nos 400 m, ganhando em 43,62 e outras melhores marcas do ano foram conseguidas pelo etíope Muktar Edris, com 12.55,23 nos 5000 m (Solomon Barega ficou a 35 centésimos), e por Genzebe Dibaba, que ganhou a milha em 4.16,05, com nove segundos de vantagem!

Sam Kendriks voltou a ganhar a vara, com 5,93, desta feita em igualdade com Pawel Wojachowski. Renaud Lavillenie voltou a sair derrotado (5,87).

Vencedores das provas:

MASCULINOS
100 m Justin Gatlin EUA 9,96 v:+0,2
400 m Wayde van Niekerk AFS 43,62
1500 m Aman Wote ETI 3.32,20
5000 m Muktar Edris ETI 12.55,23
400 bar. Kariem Hussein SUI 48,79
Vara Sam Kendriks EUA 5,93
Triplo Pedro Pichardo CUB 17,60 v:-0,3
Peso Ryan Crouser EUA 22,39
FEMININOS
200 m Dafne Schippers SUI 22,10 v:-0,5
800 m Francine Hyonsaba BDI 1.56,82
Milha Genzebe Dibaba ETI 4.16,05
100 bar. Sharika Nelvis EUA 12,53 v:-0,1
400 bar. Ashley Spencer EUA 53,90
Altura Mariya Lasitskene RUS 2,06
Comp. Ivana Spanovic SER 6,79 v:-0,6
Dardo Sara Kolak CRO 68,43

 

Deixar Resposta