V Prova do Sal/Nas salinas, sem flamingos mas com alfaiates

0
2348

Que teria feito o rei D. Manuel, ao tomar conhecimento desta prova? Corria ou limitava-se a dar o tiro de partida? Ele que nasceu em 1469 em Alcochete, devido às constantes pestes que levaram a realeza e a nobreza dos séculos XIV e XV a instalarem-se nesta vila, como sucedeu com os seus pais.

prova-do-sal2017-cgdNum percurso muito agradável, quase todo nas salinas existentes entre Alcochete e Samouco, num área de proteção da avifauna, os participantes não tiveram desta vez a assistência dos flamingos que preferiram comemorar o 10 de Junho-Dia de Portugal noutro local. Mas em sua representação, estiveram os alfaiates! Os últimos 2.150 metros já foram percorridos na praia.

 

Triunfos de Mário Ferreira e Inês Marques

A prova teve cerca de 10,8 km, distância superior aos anunciados 10 km. Mário Ferreira (OutSystems Olímpico de Oeiras) que já havia vencido em 2015, venceu destacado em 39m52s, deixando Emanuel Simões (Run Crew Trail Montijo) a 1m19s e Luís da Cruz (Indiv.) a 2m31s.

Em femininos, Inês Marques (99 Provas Gratuitas) fez uma excelente prova, sendo a 13ª da geral. Ela dominou em 48m01s, deixando Cármen Henriques a distantes 5m43s com Ana Mafalda (Indiv.) a fechar o pódio a já 10m53s. Teresa Marques foi a última com 1h45m07s.

Realizou-se ainda uma Caminhada na distância de 8 km com dezenas de participantes.

Classificaram-se 122 atletas, suplantando os 106 havidos nas três anteriores edições. O recorde continua em 173 em 2013.

Boa organização

A organização mereceu o agrado geral. O percurso estava bem marcado, houve dois abastecimentos e para além da tradicional t-shirt, todos receberam um pacote de sal marinho.

ANA RITA BÔTO/CORRER LISBOA

prova-do-sal2017ana-botoTem 39 anos e é educadora social. Corre há dois anos e estreou-se na Marginal à Noite. Treina 3/4 vezes por semana e nunca desistiu numa corrida. Veio para o atletismo por sua iniciativa e numa prova, valoriza mais o convívio e os abastecimentos. Gostou da organização e do percurso. “Deu para conhecer a zona”. Foi a 95ª da geral e 10ª do escalão com 1h12m17s.

 

BRUNO DIAS/SS CGD

prova-do-sal2017-bruno-diasTem 40 anos e é informático. Corre há quatro anos e estreou-se na Marginal à Noite. Treina duas vezes por semana e veio para as corridas, influenciado por alguém. Nunca desistiu e numa prova, valoriza a prática do exercício físico e o companheirismo. Dá ainda importância ao percurso. Gostou da organização e do percurso. Classificou-se em 72º lugar com 1h03m18s.

FRANCISCO PRATES/AA LEBRES DO SADO

prova-do-sal2017-francisco-pratesTem 69 anos e é advogado. Corre há mais de 20 anos e estreou-se na Mini da Ponte 25 de Abril. Treina 2/3 vezes por semana e veio para a modalidade por sua iniciativa. Já desistiu uma vez numa corrida (por lesão em Peniche) e valoriza mais a solidariedade, o companheirismo e o percurso. Gostou da organização e classificou o percurso como muito agradável. Foi o 79º com 1h05m41s.

 

ESULTADOS VI PROVA DO SAL/ALCOCHETE (10/06)

Masculinos

1º Mário Ferreira (OutSystems Olímpico de Oeiras) 39.52; 2º Emanuel Simões (Run Crew Trail Montijo) 41.11; 3º Luís da Cruz (Indiv.) 42.23; 4º João Jesus (Amiciclo Grândola) 43.17; 5º José Félix (Farol da Aventura) 43.35; 6º Alexandre Marques (Indiv.) 44.33; 7º Floriano da Silva (A Minha Corrida/My Protein) 45.15; 8º Romeu Colaço (Ginásio Qtª do Valbom) 45.42; 9º Tiago Morais (AA Charneca da Caparica) 46.23; 10º António Inácio (Indiv.) 46.40

Femininos

1ª Inês Marques (99 Provas Gratuitas) 48.01; 2ª Cármen Henriques (Run and Smile) 53.44; 3ª Ana Henriques (Indiv.) 58.54; 4ª Carla Garrett (Ginásio Qtª do Valbom) 1.00.09; 5ª Lídia Bailão (SS CGD) 1.00.15

 

 

Deixar Resposta