Vantagens em ter um Diário de Treino

0
2556

Boa parte dos atletas populares corre sem um plano de treinos nem anota os seus treinos e provas onde entra.

Hoje em dia, pode-se utilizar um plano de treinos no formato Excel que tem como vantagem não precisar de ficar on line para atualizá-lo – ou mesmo utilizar um dos vários sistemas gratuitos que estão à disposição na internet. Mas o mais importante não é onde fazer, mas sim como fazê-lo.

Um Diário de Treino pode contemplar basicamente as seguintes informações:

– Dia do mês

– Dia da semana

– Quilometragem proposta

– Quilometragem efetiva

– Tempo

– Média horária

– Frequência Cardíaca (máxima e média)

– Horas do início do treino

– Tipo de percurso (asfalto, terra batida, montanha, etc)

– Condições climáticas

– Ténis utilizado

– Observações gerais (estado de ânimo, dores, correr só ou acompanhado, peso…)

Através do Diário de Treino, podemos detetar o volume semanal e mensal dos nossos treinos, saber quais as condições climáticas e horários em que a corrida nos é mais favorável, saber quantos quilómetros um determinado par de ténis já fez e controlar a sua vida útil. Lembre-se que em média, os fabricantes recomendam que os ténis devem ser retirados a partir dos 500 quilómetros.

Evidentemente que num curto espaço de tempo, o Diário de Treino por si só não resolverá tudo. Porém, quando ele tiver um histórico consistente, o corredor conseguirá certamente tirar um melhor proveito, observando pontos fortes e fracos dos seus treinos e conseguirá fazer adaptações, que melhorarão efetivamente a sua corrida.

Deixar Resposta