Vera Nunes foi a nona do mundo e primeira do escalão na 7ª Wings for Life World Run

0
442

Com partida em Lisboa ao meio-dia, Vera Nunes correu 46,73 km

Apesar da situação atual de pandemia, foi possível a Wings for Life World Run realizar-se ontem com 77.103 participantes em 104 países dos cinco continentes.

Adaptando-se à realidade atual, a corrida não foi organizada nos moldes tradicionais. Quem quis participar, fê-lo através da APP Wings for Life World Run. O valor das inscrições atingiu os 2,8 milhões de euros, que serão canalizados para a investigação da cura das lesões na espinal medula.

Em Portugal, a partida foi dada ao meio-dia, com a participação de Vera Nunes, vencedora mundial da prova em 2018. Num dia excessivamente quente para a época, a atleta correu a distância de 46,73 km, o que lhe deu o nono lugar da classificação mundial e a vitória no seu escalão F40.

 “Confesso que o calor não ajudou muito, mas foi bom poder continuar a participar desta forma e assim manter o apoio a esta causa”, disse Vera Nunes no final.

A vencedora mundial foi a russa Nina Zarina, que correu 54,23 km. Em masculinos, venceu o britânico Michael Taylor com 69,92 km.

Esta corrida é diferente das provas tradicionais pelo facto de não existir uma distância ou meta fixa. Em vez disso os participantes são perseguidos por um Carro Meta virtual que arranca 30 minutos depois da saída do pelotão, aumentando progressivamente a velocidade até alcançar o último corredor. Outra caraterística única reside no facto da corrida decorrer em simultâneo através da internet nas mais variadas localizações, cruzando inúmeros fusos horários.

A oitava edição da Wings for Life World Run está já marcada para 2 de Maio de 2021.

Mais informações e classificações finais em: www.wingsforlifeworldrun.com | www.wingsforlife.com | www.redbull.com

Deixar Resposta