1 de Setembro: Aniversário de Jorge Grave/Discóbolo desde os dez anos

0
1889

Jorge Grave nasceu em 1 de Setembro de 1982, no Barreiro. Filho de lançadores – o pai, também Jorge Grave (1949-2015), antigo internacional que chegou aos 46,58 m no disco e aos 54,54 m no; a mãe, com uma curta carreira –,Jorge Grave passou a acompanhar o pai aos treinos logo aos dez anos de idade, salientando-se desde logo no disco.

Aos 12 anos, bateu o recorde nacional de infantis (750 g), com 40,80 m; em 1997, bateu o de iniciados (1 kg), com 55,40 m; em 1999, o de juvenis (1,5 kg), com 57,12 m e em 2001, o de juniores (2 kg), com 51,84 m – todos eles entretanto melhorados por António Vital Silva.

Jorge Grave mantém ainda o recorde de sub’23, com 57,28 mem 2004 e chegou finalmente ao recorde absoluto, que pertencia a Paulo Bernardo, ao conseguir 60,89 no Estádio Universitário de Lisboa, em Julho de 2012, marca que melhorou em Fevereiro de 2013, no Centro Nacional de Lançamentos de Leiria, para 61,00 m e entretanto batido este ano por Francisco Belo para 62,01 m.

Jorge Grave viveu toda a sua juventude mesmo junto à zona de lançamentos da Quinta do Anjo, onde sempre treinou. E, mais tarde, ao mudar-se para Setúbal, construiu, com a ajuda do pai, um ginásio no 4º andar do prédio para onde foi viver, economizando assim tempo nas deslocações. Formou-se na Faculdade de Motricidade Humana

Representou o Quintajense FC (até 2001), GD Cavadas (2002 e 2003), Quintajense FC (2004 a 2007), GD Cavadas (2008), Sporting (2009 a 2011), AA Pinhalnovense (2012) e Benfica desde 2013.

Recordes pessoais

Disco               61 m    2013

Peso                15,51   2011

Martelo            51,57   2012

Internacionalizações

Jorge Grave foi 23 vezes internacional no lançamento do disco como sénior.

– Campeonato Ibero-Americano de 2006, 2010, 2012 e 2014

– Taça da Europa de Lançamentos de 2006 a 2009 e de 2011 a 2016

– Taça da Europa/Europeu de Seleções de 2006 a 2015 (não se realizou em 2012)

– Camp. Europa de Sub’23 de 2003

– Camp. Europa de Juniores de 2001

– Camp. Mundo de Juvenis de 1999

– Jogos Mundiais da Juventude de 1998

Títulos nacionais (no disco)

– Absolutos: 2006, 2007, 2008, 2010, 2012 e 2015 (2º em 2003, 2004, 2005, 2011, 2013, 2014 e 2016; 3º em 2002)

– Sub’23: 2002, 2003 e 2004 (2º em 2001)

– Juniores: 2001 (2º em 2000)

– Juvenis: 1998 e 1999 (2º em 1997; 3º no martelo em 1998 e no peso em 1999)

– Olímpico Jovem: 1º iniciado em 1997 (2º em 1996 – inic. e 1999 – juv.; 3º no peso em 1997 – inic.

PARABÉNS JORGE GRAVE!

 

 

Deixar Resposta