15 Principais Causas da Barriga Inchada

0
716

É comum ouvir queixas sobre a barriga inchada. Também conhecida como distensão abdominal, esse problema pode acontecer com qualquer pessoa. Basicamente, ocorre um aumento no tamanho da barriga, por haver excesso de substâncias como gases, sólidos ou líquidos.

Quando sentir esse sintoma, não ignore pois muitas vezes, isso é indicação de uma doença mais grave.

I) Veja as 15 possíveis causas para a barriga inchada

1) Indigestão

É um desconforto no estômago, que surge após as refeições. Além do inchaço na barriga, pode haver dor, náusea, vómito, sensação de calor, arroto e azia.

A indigestão é resultado de comer alimentos gordurosos, beber durante a refeição, comer rápido demais ou por outras doenças graves. O tratamento pode ser feito com uma simples mudança na alimentação e medicamentos antiácidos.

2) Gases

O acumular de gás no estômago e intestino, pode dar uma sensação de barriga inchada, o que não significa um aumento no volume na barriga. Pode acontecer quando consumimos alimentos como o alho, refrigerantes, feijão, bróculos, cereais, maçã e leite.

Estes alimentos demoram mais tempo para serem digeridos o que faz com que o enxofre (um tipo de gás) seja libertado. Para tratar, pode usar-se um remédio chamado Dimeticona, mudar os hábitos alimentares e mastigar bem os alimentos.

3) Intolerância a glúten

É uma doença imunológica, onde o organismo tem uma dificuldade para absorver o glúten (uma proteína). O que causa uma inflamação na parede do intestino e resultam no inchaço do abdómen, dores, diarreia e irritação. Não ingerir alimentos com glúten, como trigo e  veia alivia os sintomas.

4) Hérnia

É basicamente um nódulo no abdómen causado pela invasão de parte dos órgãos internos. Os sintomas são o inchaço ou saliência, dor, sangue nas fezes e vómitos. O tratamento é por meio de cirurgia.

5) Intolerância a lactose

Se está sentindo-se inchado e com dor abdominal, flatulência e diarreia, poderá estar passando por uma intolerância alimentar causada pelo intestino não ser capaz de digerir certos alimentos.

Ocorre quando o organismo não consegue digerir a lactose (açúcar presente no leite e seus derivados). Podem surgir inchaço no abdómen, gases, diarreia e náusea. Pode evitar-se o problema se não consumir alimentos à base de leite.

6) Ascite (Barriga de água)

Excesso de líquido na cavidade abdominal. As pessoas que têm cirrose hepática, problemas no fígado, insuficiência renal são mais propensas a ter ascite. Os sintomas são distensão abdominal, barriga dura, perda de apetite, vómitos e dores. No tratamento, usam-se diuréticos para estimular a vontade de urinar, antibióticos e exclusão do sal na dieta.

7) Síndrome do intestino irritável

É um distúrbio crónico que afeta o bom funcionamento do intestino. Pode causar barriga inchada, diarreia, gases, constipação e dores. Mudanças na alimentação e medicamentos para os sintomas específicos, estão entre os tratamentos.

8) Pancreatite aguda

É uma inflamação no pâncreas, que causa inchaço no lado esquerdo do abdómen, dor, gases, icterícia e má digestão. Para tratar, usam-se medicamentos como analgésicos.

9) Obstrução intestinal

Caracteriza-se por um bloqueio no intestino que dificulta a passagem de comida e líquidos. Esse bloqueio pode ser o resultado tanto da cicatriz de uma cirurgia no intestino, como também de tumores e hérnias.

Além de inchaço agudo no abdómen, podem ocorrer cólicas, gases, vómito, diarreia e perda de apetite. A ida ao médico deve ser imediata e o tratamento é com cirurgia nos casos mais graves ou medicamentos.

10) TPM – Tensão Pré Menstrual

A TPM inicia 11 dias antes do ciclo menstrual da mulher e causa inchaço na barriga devido à maior retenção de líquidos nesse período. Também pode apresentar cólicas, stress, vontade de comer doces, irritação e cansaço.

O alívio dos sintomas ocorre após o início da menstruação, mas podem ser usados remédios como Fluoxetina para diminuir o stresse.

11) Cisto no ovário

Cisto é uma bolha com acumular de líquidos no ovário, geralmente é benigno e desaparece sozinho. Quando ocorre o crescimento do cisto, pode causar inchaço na barriga, sensação de peso e dores. O tratamento depende da situação do paciente como idade e sintomas, mas o ideal é que se faça o monitoramento com ultrassom.

12) Gravidez

Apesar de ser uma causa óbvia, a gravidez provoca um inchaço localizado abaixo do umbigo devido à facilidade de acumular líquidos e à expansão do útero. Também pode ocorrer inchaço noutras partes do corpo como tornozelos, pernas e mãos. Se houver aumento dos seios, cólica abdominal e atraso na menstruação há grandes hipóteses de ser gravidez.

13) Mioma uterino

É um tumor, mas não tem associação com cancro e pode surgir em qualquer idade. Não há uma causa definida e muitas vezes não apresenta sintomas. Caso ocorram os sintomas, estes são inchaço na barriga, devido a prisão de ventre, grande fluxo de sangue durante a menstruação e dificuldade para esvaziar a bexiga. Para o tratamento faz-se uma avaliação de cada caso e é preciso ter o acompanhamento médico.

14) Giardíase

É um parasita que causa uma infeção no intestino. Os sintomas são barriga inchada, gases, cólicas, vómito e diarreia. É comum encontrar a giárdia em lugares sem saneamento básico e em água contaminada. O tratamento é feito com remédios para matar o verme.

15) Constipação intestinal

Também conhecida como prisão de ventre, onde a pessoa tem dificuldades para evacuar. Não há uma causa definida, porém a constipação pode estar associada a outras doenças ou com o uso de certos medicamentos.

Os sintomas são barriga inchada e dura, fezes duras e esforço para evacuar. O tratamento é feito à base de medicamentos e comer alimentos que ajudam no funcionamento do intestino como o iogurte.

II) O que fazer?

Agora que sabe as causas, procure imediatamente um médico quando:

  • O inchaço na barriga aumentar sem ter nenhuma melhoria
  • Se não conseguir comer ou beber por mais de 8 horas
  • Se além do inchaço, houver outros sintomas, como febre
  • Se tiver diarreia e sangue nas fezes

Eis os médicos responsáveis pelo diagnóstico de barriga:

  • Gastroenterologista
  • Endocrinologista
  • Urologista
  • Clínico geral

III) Prevenção para barriga inchada

  • Beber muita água
  • Fazer atividade física
  • Evitar consumir alimentos muito gordurosos
  • Comer de 3 em 3 horas

 

Deixar Resposta