Geremew (59.37) e Cheruiyot (66.34) dominaram «Meia» de Lisboa mas com recordes mundiais longe

0
1796
  • Texto atualizado com a publicação das classificações completas, emendadas em relação às de ontem.

 

Bons tempos na 29ª edição da Meia-Maratona de Lisboa, mas naturalmente longe dos recordes mundiais. Triunfaram o etíope Mosinet Geremew, com 59.35, e a queniana Vivian Cheruiyot, com 1.06.33, recorde pessoal e segunda marca de sempre na prova, depois de Susan Chepkemei, com 1.05.44 em 2001, numa altura em que a elite ainda partia da Ponte 25 de Abril, com a vantagem de descer bastante.

Meia Maratona Lisboa-percurso 1A corrida masculina foi muito disputada, com nada menos de seis atletas abaixo da hora (com 21 segundos de diferença entre eles) e 11 abaixo de 61 minutos. A meio da prova ainda estavam mais de vinte atletas no grupo da frente e aos 14 km eles ainda eram 15. Aos 16 km, o principal favorito, o queniano Erik Kiptanui, vencedor do ano passado, atrasou-se, queixando-se da barriga (seria o 21º na meta). E aos 17 km eram ainda cerca de uma dúzia os homens da frente. No final, num longo sprint, Geremew, que tem 59.11 à meia e 2.04.00 na maratona, ganhou com seis segundos de vantagem sobre o seu compatriota Berehanu Tsegu, de apenas 19 anos e que se estreou na distância. O queniano Isaac Temoi, também com 19 anos, foi surpreendente terceiro, melhorando o seu recorde pessoal de 62.20 para 59.43.

Ao invés da masculina, a prova feminina ficou decidida bem cedo. A favorita, a queniana Viviam Cheruiyot, campeã olímpica de 5000 m (2016) e mundial de 5000 m (2009 e 2011) e 10000 m (2011 e 2015), segunda em Lisboa’2017, isolou-se logo aos 8 km e não mais deixou de ganhar vantagem (mais de minuto e meio no final!) para ganhar em 1.06.33, batendo o recorde pessoal por mais de um minuto: tinha 1.09.44 como melhor, na “meia” de South Shields, com percurso favorável. A segunda foi a etíope Zeineba Yimer (1.05.46 como melhor), que gastou 1.08.06, e a terceira foi a estreante queniana Sandra Felis, com prometedores 1.08.13.

Meia Maratona Lisboa-PonteA nível nacional, tanto Hermano Ferreira como Sara Moreira foram os melhores pela terceira vez. Ele havia sido 13º em 2010, com 1.03.38, e 17º em 2014, com 1.05.37. Foi agora 27º, com 1.05.26, a pior classificação de sempre do melhor atleta nacional, fruto de um tempo fraco (embora quase dois minutos melhor que o do melhor atleta nacional de 2018…) e de muito extenso lote de atletas africanos, os quais ocuparam 20 das 22 primeiras posições. As exceções foram um turco (Polat Arikan) em 11º e um atleta das Ilhas Marshall, em 17º. Youssef el Kalai foi o segundo português, mas não aparece na classificação. Jorge Varela foi 29º, com 1.07.29, e Bruno Paixão 31º, com 1.07.59.

Sara Moreira havia sido a melhor portuguesa em 2015 (2ª com 1.09.18) e 2016 (5ª com 1.10.17). Agora foi 7ª (e não 6ª como aparecia ontem na classificação…), com 1.12.09, deixando Jéssica Augusto (8ª) a praticamente um minuto (1.13.07). Uma e outra preparam maratonas: Sara irá à de Roterdão (7 abril) e Jéssica à de Hamburgo (28 abril). A veterana (42 anos!) Carla Martinho foi 11ª, com 1.16.14. Dulce Félix desistiu aos 7 km, queixando-se de não ter recuperado do esforço de há uma semana, no Nacional de corta-mato.

A organização deveria apostar mais nos atletas nacionais…

Meia Maratona Lisboa-JulinhoEmbora as classificações (que demoraram uma eternidade a aparecer…) ainda não sejam definitivas, pode desde já afirmar-se que foi batido (por 15 concorrentes apenas) o recorde de classificados na meia-maratona: 10.603, contra 10.582 há dois anos, dos quais 7346 masculinos (69%) e 3257 femininos (31%).

Entretanto, dois jovens do Maratona, clube organizador, foram os primeiros na “corrida/caminhada” de 7 km: o júnior Gonçalo Batista e a sub’23 Manuela Martins.

Principais classificações:

MASCULINOS:

1º Mosinet Geremew         ETI                59.35

2º Berehanu Tsegu             ETI               59.41

3º Isaac Temoi                   QUE             59.43

4º Abrar Osman                 ERI               59.44

5º Kelvin Cheruiyot           QUE               59.53

6º Edwin Kiptoo               QUE                59.57

………………………………………

27º Hermano Ferreira (AR Caseanse)     1.05.26

29º Jorge Varela (Areias S. João)           1.07.29

31º Bruno Paixão (Beja AC)                  1.07.59

FEMININOS:

1ª Vivian Cheruiyot           QUE               1.06.33

2ª Zeineba Yimer               ETI               1.08.06

3ª Sandra Felis                   QUE             1.08.13

4ª Linet Masai                    QUE             1.08.49

5ª Caroline Chepkemoi      QUE              1.09.12

6ª Meraf Batha                  SUE              1.12.09

6ª Sara Moreira (Sporting) 1.12.09

7ª Jéssica Augusto (Sporting)                 1.13.07

10ª Carla Martinho (RD Agueda)             1.16.14

14ª Joana Fonseca (Correr Lisboa)          1.19.15

Deixar Resposta