3º Dia|Manhã|Especial Mundial: Rose Chelimo ganha ouro e Filomena Costa é 28ª na maratona

0
2125

 (site em atualização)

16.57

Rose Chelimo é campeã mundial da maratona

Rose Chelimo é a nova campeã mundial da maratona, numa prova decidida já na parte final. A atleta do Bahrain atacou às 2h14m de prova, formando-se um pequeno grupo de 4 atletas. Depois, Rose Chelimo e a queniana Edna Kiplagat destacaram-se ligeiramente da americana Amy Cragg e da queniana Flomena Daniel, com estas a passarem aos 40 km a escassos 8 s.

Rose Chelimo num último esforço, consegue isolar-se às 2h25m e sagra-se campeã mundial em 2.27.11. Kiplagat chega 17 segundos depois e por muito pouco que via fugir-lhe a prata pois Amy Cragg num último esforço, deixou para trás Flomena e cortou a meta com o mesmo tempo. A britânica Alyson Dixon que andou muito tempo isolada na frente depois de Catarina Costa, foi apenas 18ª com 2.31.36.

Filomena Costa chegou em 28º lugar com 2.36.42. Foi perdendo posições pois à meia maratona era 21ª e aos 30 km, passou em 26º lugar. Catarina Costa ainda passou aos 15 km na 21ª posição a 1m04s da frente mas depois, já não apareceu nas classificações intermédias seguintes.

Resultados dez primeiras

1ª Rose Chelimo (Bahrain) 2.27.11

2ª Edna Kiplagat (Quénia) 2.27.18

3ª Amy Cragg (EUA) 2.27.18

4ª Flomena Daniel (Quénia) 2.27.21

5ª Shure Demisa (Etiópia) 2.27.58

6ª Eunice Kirwa (Bahrain) 2.28.17

7ª Helah Kiprop (Quénia) 2.28.19

8ª Mare Dibaba (Etiópia) 2.28.49

9ª Jessica Tremgove (Austrália) 2.28.59

10ª Berhane Dibab (Etiópia) 2.29.01

15.52

Grupo de 15 na frente aos 30 km

Alison Dixon foi apanhada pelo grupo perseguidor com 1.40.30 de prova. Aos 30 km, 15 concorrentes seguem juntas com a 16ª, a alemã Fate Tola a 34 s. Filomena Costa perdeu 5 lugares em relação à sua passagem na meia maratona e passou em 26º lugar a 2 minutos.

15.25

Alison Dixon isolada à meia maratona

Depois de Catarina Costa ter sido apanhada a seguir à passagem dos 10 km pela britânica Alison Dixon, esta isolou-se do grupo perseguidor. Foi ganhando vantagem e passou à meia maratona em 1.14.21, com 31 segundos de vantagem de um grupo de 14 unidades comandadas pela japonesa Mao Kiyota. Filomena Costa passou em 21º lugar a 46 s de Alison. Catarina Costa terá pago a sua “loucura” inicial e já não consta da lista das 80 primeiras.

14.40

Catarina Ribeiro na frente da Maratona

A portuguesa Catarina Ribeiro iniciou uma “louca” corrida assim que foi dada a partida, isolando-se rapidamente. Passou aos 5 km em 17.39 com 23 s do extenso grupo perseguidor onde vinha Filomena Costa.

Aos 10 km, Catarina ainda ia na frente com 35.35. Mas a britânica Alison Dixon comandava um extenso pelotão com cerca de 40 unidades a já escassos seis segundos. Filomena Costa mantém-se bem colocada no grupo.

13.53

Luta renhida pela prata no heptatlo

Realizadas as 6 séries dos 400 m, Cátia Azevedo foi a 39ª entre 49 classificadas. Ficaram apurada 24 para as meias finais.

No heptatlo e depois de ter terminado o Grupo A, Lecabela Quaresma é 24ª com 4882 pontos, a 106 da sua antecessora, a brasileira Tamara de Sousa.

Comanda a belga Nafissatou Thiam com 5980 pontos, com o 2º lugar na posse da holandesa Anouk Vetter com 5805 mas com escassos 3 pontos da alemã Carolin Schafer. A cubana Yorgelis Rodriguez é 4ª já distante, com 5636 pontos.

Face a esta classificação, os 800 metros que finalizam o heptatlo irão ser bem renhidos na atribuição das medalhas de prata e bronze.

13.15

Kirui ganha maratona

O queniano Geoffrey Kirui é o novo campeão mundial da maratona ao cortar a meta isolado em 2.08.27. Kirui sucede a outro queniano Kirui (Abel), que havia sido campeão mundial em 2009 e 2011.

As restantes medalhas ficaram na posse do etíope Tamirat Tola com 2.09.49 e do sul africano Alphonce Simbu com 2.09.51

O britânico Callum Hawkins fez uma prova de trás para afrente e obteve um agradável 4º lugar com 2.10.17, novo recorde pessoal. Em 5º, ficou o queniano Gideon Kipketer com 2.10.56 com o italiano Daniele Meucci a ser o 2º europeu com o mesmo tempo.

12.50

Kirui foge de Tola depois dos 35 km na Maratona

Depois da tentativa de fuga do etíope Tola quando tínhamos 1.36.40 de prova, Kirui resistiu e acabou por se isolar já depois dos 35 km.

Aos 35 km, Kirui passou em 1.46.11 com um segundo de vantagem de Tola. O tanzaniano Alphonce Simbu era terceiro com 1.47.22 e o queniano Gideon Kipketer, quarto com 1.47.22.

12.44

Lecabela termina disco do heptatlo

Competindo no Grupo A, Lecabela Quaresma foi 13ª e antepenúltima com um lançamento de 36,71 m. Abriu o concurso com 35,79 e terminou com um nulo. Marcou assim apenas 604 pontos. Segue-se o Grupo B, o das melhores, para definir a classificação geral antes da última prova, os 800 m apenas ao final da tarde.

12.33

Diogo Ferreira eliminado na Vara

Correu mal a prova ao recordista nacional do salto com vara. Digo Ferreira, detentor de 5,71 m, fez 3 nulos a 5,30 m, altura a que iniciou a sua prova e foi naturalmente eliminado.

Na maratona, Kirui e Tola seguem na frente aos 30 km com 1.31.28, distanciados 23 s de Kipketter.

12.17

Cátia Azevedo eliminada nos 400 m

Seria muito difícil a Cátia Azevedo conseguir-se qualificar para as meias-finais dos 400 m. Essa previsão confirmou-se infelizmente pois ela acaba de terminar a sua série no 7º posto com 52.79, bem longe do seu melhor esta época que está em 51.90. Para além das 3 primeiras, são repescados os seis melhores tempos.

Ricardo Ribas terá desistido na maratona

À passagem dos 20 km, Ricardo Ribas já não aparece na classificação que inclui 92 atletas. À meia-maratona, seguem na frente ligeiramente destacados do grupo perseguidor, o etíope Tamirat Tola e os quenianos Geoffrey Kirtmi e Gideon Kipketter em 1.05.28.

Entretanto, Lecabela vai lançar o disco na prova do heptatlo.

11.32

Lecabela é 22ª no comprimento

O programa matinal do 3º dia abriu com o salto em comprimento do heptatlo. Lecabela Quaresma saltou sucessivamente 5,88 m, nulo e 5,84 m que lhe valeu 813 pontos. Foi a 8ª da sua série e a 22ª da geral.

A prova foi bastante renhida com as três primeiras separadas por escassos 2 cm. Venceu a belga Nafissatou Thiam com 6,57, seguida da britânica Katarina Johnson-Thompson com 6,56 e da alemã Cláudia Slaman Rath com 6,55. A alemã Carolin ASchafer ficou-se pelos 6,20.

Na classificação geral e ao fim de 4 provas, lidera Nafissatou Thiam com 5044 pontos, seguida de Carolin Schafer com 4948 e de Katarina Johnson com 4865, relegando a cubana Yorgelis Rodriguez para o 4º lugar com 4826.

Lecabela é 24ª com 4278 pontos.

Para terminar o heptatlo, faltam as provas do dardo e dos 800 m, esta às 20.40.

Às 10.55, foi dada a partida da maratona com a presença de Ricardo Ribas. O grupo da frente passou aos 10 km em 31m35s com Ribas já atrasado (a 33 s) em 77º lugar.

Deixar Resposta