Agência Antidoping americana confirma acusações contra Christian Coleman

0
754

A Agência Antidoping americana USADA confirmou ontem as acusações de diversos meios de comunicação social referentes às faltas de Christian Coleman. O sprinter norte-americano foi acusado de ter tido três faltas na sua localização para efeitos de controlo antidoping.

Algumas horas depois das declarações de Coleman, que contestou as acusações contra si, a USASA confirmou que o sprinter está debaixo da hipótese de uma possível violação das regras. Duas das ausências verificaram-se com a USADA e a outra com a Unidade de Integridade.

Em comunicado, a USADA afirmou: “De acordo com o código mundial antidopagem, três faltas num período de 12 meses podem ser consideradas com uma violação das regras antidopagem”.

A sanção a aplicar pode ser de dois anos de suspensão, com uma possível redução de um ano. Coleman,que detém a melhor performance mundial do ano nos 100 m (9,81 s), poderá assim estar ausente do Mundial de Doha no final de Setembro e dos Jogos Olímpicos de Tóquio, no próximo ano.

 

Deixar Resposta