Agências antidoping querem Rússia fora de todas as competições

0
2063

Reunidos em Dublin, 19 líderes de agências antidoping de vários países concluíram que os russos não devem participar de qualquer competição desportiva por tempo indeterminado. O escândalo de doping que envolve o governo russo foi debatido no circulo de líderes.

A proposta foi assinada e divulgada esta terça-feira, e é defendida pelos assinantes com a ideia que o mundo precisa de um exemplo de castigo para combater o doping, a longo prazo. Pretendem “ajudar o desporto a ultrapassar esse tempo sombrio” e vêm a expulsão da Rússia das competições como solução.

Caso a proposta seja delegada, a Rússia, que já perdeu o Campeonato Mundial de Skeleton e Bobsleigh de 2017, poderá também perder a organização do Mundial de Futebol de 2018.

O documento foi subscrito pelas agências anti-doping da África do Sul, Alemanha, Áustria, Bélgica, Canadá, Croácia, Dinamarca, Eslovénia, Espanha, Estados Unidos da América, Estónia, Finlândia, França, Holanda, Irlanda, Japão, Polónia, Suécia e Suíça.

Segundo a ESPN, além deste pedido, o grupo de discussão deu legitimidade à Agência Mundial Anti-Doping (Wada) mas insistiu na necessidade de um “modelo anti-doping verdadeiramente independente”.

 

Deixar Resposta