André Melo e Alexandra Sousa vencem Corrida da APAV

0
1183

(Fotos de Paulo Alfar)

APAV merecia muitos mais participantes mas alteração da hora imposta pelas autoridades policiais retirou muita gente

Desolação, foi a palavra que nos veio à mente ao ver um número tão reduzido de atletas na partida, numa prova que há escassos três anos, teve 1.565 classificados.

Desolação porque a APAV, Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, com um muito importante trabalho no combate a todos os tipos de violência, merecia muito mais.

apav-vencedorCompreendemos que a prova não se pudesse disputar amanhã domingo porque é dia de eleições para o Parlamento Europeu. Daí ter sido marcada para a noite de hoje, o que face ao êxito da recente corrida noturna do Fórum Barreiro, prometia ter um elevado número de participantes. Mas infelizmente, as autoridades policiais não autorizaram que a prova se disputasse à noite devido à realização da final da Taça de Portugal em futebol às 17.15, entre o FC Porto e o Sporting CP com eventuais festejos posteriores.

A prática tem mostrado que as provas disputadas em Lisboa em sábados de manhã têm tido uma reduzida participação, compreensível porque muitos estão a trabalhar ou em compras. Assim que soubemos que a prova se disputava a um sábado de manhã, desvaneceram-se as nossas expetativas em termos muitos participantes.

apav-criançasAinda assim, classificaram-se 292 atletas, a que há que juntar os participantes na caminhada que teve a distância de 5 km. Antes da prova principal, disputou-se uma Kids Race que tece cerca de meia dúzia de atletas de palmo e meio que correram cerca de 1.000 metros.

A nível competitivo, André Melo (Correr Lisboa) venceu os difíceis 10 km do percurso em 36m52s, seguido de Frederico Lázaro (Indiv.) a 21 segundos e Nuno Antunes (Urban Run Team) a 1m52s.

apav-alexandraEm femininos, Alexandra Sousa (JOMA) repetiu o triunfo obtido em 2017 ao cortar a meta destacada em 39m06s, próxima do terceiro da geral. Os restantes lugares do pódio foram ocupados por Carla Dias (GD Santander Totta) a distantes 4m34s e Carolina Guedes (Indiv.) a 5m58s. Lucinda Henriques foi a última com 1h32m53s. Dos 292 classificados, tivemos 79 do sexo feminino (27%).

Excelente organização

Numa manhã quente, a organização mereceu o agrado geral. Com a partida e meta instaladas na Reitoria da Universidade de Lisboa, tivemos um percurso agradável em que os atletas se cruzaram mais de uma vez, ficando o registo do constante sobe e desce com os três túneis (ida e volta) na Avenida da República. Ainda não tinham chegado os últimos e já estavam a ser distribuídos os prémios.

ALEXANDRA SOUSA/JOMA

Corrida da APAV2019-Alexndra SousaTem 36 anos e é osteopata. Corre há 23 anos e estreou-se numa prova da Milha em Melgaço. Treina quatro vezes por semana e ainda faz natação e ginástica. Prefere provas com 10 km e não esteve lesionada no último ano. Costuma fazer exames médicos de rotina e tem cuidado com a alimentação. Gostou do percurso embora o achasse complicado para gerir o ritmo. Classificou a organização como “excelente” e foi a grande vencedora da prova com 39m06s.

DUARTE ANTUNES/DUARTE STUDIO

Corrida da APAV2019-Duarte AntunesTem 37 anos e é personal trainer. Corre há três anos e estreou-se na Meia Maratona de Lisboa. Treina uma vez por semana e a sua distância preferida passa pelos 10 km. Costuma fazer exames médicos de rotina e tem cuidado com a sua alimentação. Não teve lesões no último ano. Gostou do percurso mas lamentou a alteração da hora da prova. Classificou-se em 121º lugar com 52m24s.

HENRIQUE ADREGA/CA AMIGOS BELÉM

Corrida da APAV2019-Henrique AdregaTem 66 anos e é economista. Estreou-se a correr aos 16 anos numa prova em Lamego, interrompeu aos 22 anos para jogar rugby e recomeçou aos 32 até agora. Treina quatro vezes por semana e prefere provas com 10 km. Faz exames médicos de rotina e tem cuidado com a alimentação. Quanto a lesões, tem andado às voltas com uma dor ciática. Achou o percurso difícil e gostou da organização. Foi o 59º da geral com 47m47s.

RESULTADOS 16ª CORRIDA SOLIDARIEDADE APAV/LISBOA (25/05)

Masculinos

apav-pódio masc1º André Melo (Correr Lisboa) 36.52; 2º Frederico Lázaro (Indiv.) 37.13; 3º Nuno Antunes (Urban Run Team) 38.44; 4º Alcides Estrela (Indiv.) 39.08; 5º Samuel Galveia (Navigator Clube Setúbal) 39.15; 6º Miguel Fernandes (EPAL) 39.24; 7º Tui Tomás (SRCDRF Monte Godel) 39.31; 8º Edson Oliveira (Indiv.) 39.45; 9º José Gomes (Indiv.) 39.49; 10º Gonçalo Ferreira (Indiv.) 40.04

Femininos

apav-pódio fem1ª Alexandra Sousa (JOMA) 39.06; 2ª Carla Dias (GD Santander Totta) 43.40; 3ª Carolina Guedes (Indiv.) 45.04; Noémia Sequeira (SS CGD) 45.38; 5ª Maria Castro (Runners de Kintal) 46.34; 6ª Camila Gomes (Indiv.) 47.02; 7ª Eugénia Izaías (Indiv.) 48.58; 8ª Ana Santos (Indiv.) 49.47; 9ª Eugénia Andrade (Indiv.) 50.05; 10ª Sandra Cardoso (AMCS) 50.56

Resultados completos em: http://xistarca.pt/resultados/corrida-solidariedade-apav

Deixar Resposta