Após cumprir 5 anos de suspensão, fundista é apanhada pela 3ª vez no doping

0
1672

Recordista sul-americana dos 10.000 m e brasileira dos 5.000 m, Simone Alves integra lista divulgada pela Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem

Após cumprir cinco anos de suspensão e regressar às pistas em outubro do ano passado, a fundista Simone Alves foi apanhada num exame antidoping pela terceira vez na carreira. A recordista sul-americana dos 10.000 m e brasileira dos 5.000 m integra uma lista de 47 atletas de várias modalidades, apanhados pela Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD). A lista foi divulgada esta semana no site oficial da entidade. As respetivas penas e as competições em que os atletas foram apanhados ainda não foram reveladas.

A sustância proibida encontrada no exame de Simone foi Eritropoetina Recombinante (EPO), um hormónio que aumenta a capacidade de transporte de oxigénio no sangue, aumentando a resistência física. Em 2011, a fundista também foi apanhada com a mesma substância, o que a excluiu dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara.

Simone havido batido o recorde sul-americano dos 10.000 m e o brasileiro dos 5.000 m no Troféu Brasil de 2011. Na ocasião, ela revelou que trabalhava como manicure nas horas vagas para se manter no atletismo.

 

 

 

Deixar Resposta