Atletas russos correm o risco de não poderem competir como “neutros”

0
659

Os atletas russos que competem como “neutros” nas grandes competições (Mundiais e Europeus) enquanto o seu país está sancionado, encaram com preocupação a sua participação nas provas de 2020. Tal deve-se ao facto de a IAAF ter decidido congelar as autorizações (que se renovam anualmente) até que estejam resolvidos os últimos escândalos revelados pela Unidade de Integridade do Atletismo.

A situação agravou-se depois de Danil Lysenko, vencedor do salto em altura no Mundial de Pista Coberta em Birmingham 2018, ter tido três faltas a um controlo, o que acarreta uma sanção. Para proteger Lysenko, vários membros da Federação Russa de Atletismo, entre eles o presidente Dmitri Shlyakhtin, falsificaram documentos e foram descobertos.

Assim, correm o risco de não poderem estar nos Jogos Olímpicos de Tóquio, atletas como Shubenkov, Lasitskene, Sidorova, que habitualmente competem como ANA.

Deixar Resposta