Balanço da época 2018 – 100 metros (F): Bazolo (ainda) bem superior mas muita juventude a seguir

0
1263

Bem agradável o panorama na velocidade feminina (tal como na masculina, aliás), com uma série de juvenis e juniores (e uma sub’23) já entre as primeiras. Entre as oito atletas que em 2018 baixaram dos 12 segundos, estão duas juvenis, duas juniores e uma sub’23. E os rankings foram os melhores de sempre: média de 11,84 no top’10 (antes: 11,85 em 2016) e de 12,06 no top’20 (antes: 12,09 em 2016). A ex-congolesa Lorène Bazolo, recordista nacional com 11,21 em 2016, continuou a dominar com boa vantagem. Mas é natural que a diferença diminua.

PÓDIO:

1ª LORÈNE BAZOLO (SPORTING)

Depois de 11,21 como melhor em 2016 e de 11,37 em 2017, chegou este ano aos 11,33 (no Luxemburgo), com mais três marcas entre 11,44 e 11,48. Aos 35 anos de idade, foi semifinalista no Europeu de Berlim.

2ª ROSALINA SANTOS (SPORTING)

Embora tenha feito toda a carreira em Portugal, só em maio deste ano conseguiu nacionalidade portuguesa. Melhorou de 11,80 em 2016 e 2017 para 11,60, com outras marcas de 11,68 (campeã nacional sub’23) e 11,69 (vice-campeã de Portugal).

3ª BEATRIZ ANDRADE (SCU TORREENSE)

Ainda juvenil, obteve três vezes 11,82 (duas das quais para ser campeã nacional juvenil e júnior), progredindo nada menos de 36 centésimos relativamente à época anterior. E foi oitava no Europeu de Juvenis.

E AINDA…

Mais três jovens baixaram dos 12 segundos: a júnior (de 1º ano) Catarina Lourenço progrediu de 11,92 para 11,86 (marca que fez duas vezes) e foi vice-campeã nacional sub’23; a também júnior Joana Carlos melhorou de 12,04 (em 2016) para 11,96; e a juvenil Maria João Barbosa passou de 12,67 para 11,99.

A REVELAÇÃO: MARIA JOÃO BARBOSA (CCD RIBEIRÃO)

Considerámos Beatriz Andrade revelação do ano. Abrimos espaço para Maria João Barbosa ser considerada revelação dos 100 metros, pelos progressos manifestados (68 centésimos). Tal como Beatriz, esteve na seleção que foi quarta na estafeta medley do Europeu de Juvenis e integrou a seleção de 4×100 m que bateu o recorde nacional juvenil.

Ranking da época: http://atletismo-estatistica.pt/anuais/absolutos-2018-f-2/

Deixar Resposta