BALANÇO DA ÉPOCA 2017 – ESTAFETAS (F)

0
4097

Seleção júnior de 4×100 m em foco

  • Panorama desolador nos 4×400 m

Tal como no setor masculino, os 4×100 m tiveram muito melhores resultados que os 4×400 m, com destaque para a seleção nacional júnior, que bateu os recordes nacionais de juniores (por quase segundo e meio!) e de sub’23. Nos 4×400 m, “salvou-se” a seleção principal, 5ª no Europeu de Seleções.

Nos 4×100 m, a melhor marca do ano pertenceu à Seleção Nacional (Tatiana Rosário, Lorène Bazolo, Olímpia Barbosa, Cátia Santos), que foi 4ª no Europeu de Seleções, com 45,20, 11ª marca nacional de sempre. Muito perto ficou a equipa do Sporting que se sagrou campeã de Portugal (Filipa Martins, Lorène Bazolo, Olímpia Barbosa, Carla Gama) cujos 45,35 são a 5ª marca nacional de clubes, precisamente a meio segundo do recorde nacional de clubes (44,85), alcançado na época passada. O Sporting foi também campeão nacional sub’23 (47,41) e de juniores (47,86). O Benfica ficou-se pelos 46,11 e o Grecas foi a terceira equipa, com 48,67, ao ser vice-campeã de Portugal.

Destaque especial para a seleção nacional de juniores (Joana Carlos, Marisa Carvalho, Catarina Lourenço, Catarina Karas) que no Europeu da categoria, mesmo não passando das eliminatórias (4ª), fez 45,42 e bateu os recordes nacionais de juniores (antes: 46,91 em 2001) e de sub’23 (45,55 em 1988). A seleção que esteve no Festival Olímpico da Juventude Europeia (FOJE) foi 4ª na eliminatória, com 48,19.

Abaixo de 3.40 nos 4×400 m houve apenas a seleção nacional (Cátia Azevedo, Filipa Martins, Rivinilda Mentai, Vera Barbosa) que foi 5ª no Europeu de Seleções, com 3.36,44, a 14ª marca nacional de sempre. Os dois tempos seguintes foram obtidos em pista coberta, na I Divisão, pelo Sporting (3.41,06) e Benfica (3.42,46). Ao ar livre, o Sporting não precisou de fazer melhor que 3.43,33 para ganhar. Também a nível de Campeonatos de Portugal (sem Sporting nem Benfica…) a pista coberta (J. Vidigalense 4.00,70) proporcionou melhor tempo que o ar livre (Grecas, 4.03,90) mas em ambos os casos já acima dos quatro minutos… O Benfica (3.58,11) sagrou-se campeão nacional de sub’23 e o Sporting (4.04,02) campeão de juniores.

Veja aqui o ranking 2017

… e aqui o ranking mais aprofundado

Deixar Resposta