Balanço da época 2019 – 100 metros (F): Bazolo ameaçou recorde

0
987

Lorène Bazolo dominou, mais uma vez, o ranking nacional mas, aos 36 anos, continua ao ser melhor nível, ameaçando mesmo o recorde nacional que detém desde 2016. Depois, surgem mais cinco atletas a progredir abaixo de 12 segundos, entre as quais duas juniores. Panorama positivo.

PÓDIO

1ª LORÈNE BAZOLO

Domínio completo, com destaque para os 11,23 feitos em Madrid, a escassos dois centésimos do seu recorde nacional conseguidos em Salamanca. Fez ainda 11,31, nas eliminatórias de Madrid (agora a sua 4ª marca), e 11,32 e 11,34 no Campeonato de Portugal (5ª e 8ª marcas). Foi a sua melhor época depois da de 2016.

2ª CATARINA LOURENÇO (BENFICA)

Progrediu de 11,85 para 11,78 no Nacional de Juniores (2ª), subindo a 4ª júnior de sempre. E tem mais quatro marcas até 12 segundos. Integrou a seleção nacional que foi terceira nos 4×100 m do Europeu de Seleções, com o melhor tempo do ano (44,91) e o sexto de sempre.

3ª SOFIA DUARTE (SPORTING)

Fechou o pódio do Campeonato de Portugal, com um recorde pessoal de 11,85 (tinha 11,96 desde 2016), com outra marca de 11,87, nas respetivas eliminatórias. E também fez parte da seleção de 4×100 m que lidera o ranking.

E AINDA…

Ainda belga, a júnior de 1º ano Delphine Nkansa melhorou de 11,98 para 11,69 e conseguiu ainda 11,71, sendo campeã nacional júnior (ainda não tinha 18 anos) e vice-campeã de Portugal. Também progrediram bem Daniela Amaro (12,35-11,83), Carla Gama (11,93-11,90) e Patrícia Rodrigues (12,43-11,98). Quem sucederá a Loréne Bazolo?

A REVELAÇÃO

DANIELA AMARO (GD CAVADAS)

Com 12,35 em 2018 como melhor, progrediu até 11,83 (3ª no Nacional de Juniores), depois de conseguir 12,18 em Setúbal, 12,16 em Salamanca e 12,06 no Nacional Sub’23 (4ª). Uma grande evolução…

Ranking da época em http://atletismo-estatistica.pt/

Deixar Resposta