Balanço da época 2019 – 100 metros (M): Carlos Nascimento dominou mas Diogo Antunes foi campeão

0
1310

Carlos Nascimento continuou a dominar os 100 metros, embora sem atingir os 10,13 da época passada. Com uma exceção: Diogo Antunes, com um recorde pessoal de 10,24, ganhou-lhe no Campeonato de Portugal. Yazaldes Nascimento, embora com escassas presenças, fecha o pódio. O nível geral foi inferior ao de 2018 e, entre os 14 sub’10,60, apenas houve três recordes pessoais.

PÓDIO

1º CARLOS NASCIMENTO (SPORTING)

Dominou a nível nacional, igualando, com 10,26 (feitos três vezes!), a sua segunda marca de sempre, a seguir aos 10,13 da época passada. Teve como ponto alto o triunfo nos I Jogos Europeus (10,35).

2º DIOGO ANTUNES (BENFICA)

Surpreendeu no Campeonato de Portugal, ao derrotar Carlos Nascimento (10,24-10,26) no Campeonato de Portugal, melhorando os 10,27 que tinha desde 2017. A sua segunda marca foi de 10,34 mas competiu pouco.

3º YAZALDES NASCIMENTO (SPORTING)

Já com 33 anos, também competiu pouco mas chegou aos 10,31 (no Campeonato de Portugal) e 10,32, bem à frente dos demais.

E AINDA…

Dos restantes 11 atletas até 10,60, apenas dois bateram recordes pessoais: Delvis Santos, ainda júnior, de 10,56 para 10,52, e Wilson Pedro, sub’23, de 10,60 para 10,52. Abaixo de 10,50 voltaram a estar Rafael Jorge, com 10,47 e 10,50 (10,41 como melhor em 2017), Frederico Curvelo, com 10,48 e 10,49 (tem 10,37 em 2018), e José Pedro Lopes, com 10,50 (tem 10,32 em 2018).

A REVELAÇÃO

RUI CORVELO (SPORTING)

Progrediu de 10,90 em 2018 para 10,67 ao sagrar-se campeão nacional de juniores, em despique com Guilherme Santos (Benfica), que melhorou de 10,94 para 10,71. No entanto, tanto um como outro têm segundas marcas ainda distantes: Rui Curvelo 10,85; Guilherme Santos 10,80.

Ranking da época em http://atletismo-estatistica.pt/

Deixar Resposta