Balanço da época 2019 – 200 metros (M): Diogo Antunes lidera ranking com falhas

0
353

Com David Lima (20,30 em 2017) novamente lesionado e Vítor Ricardo Santos (20,78 em 2018) praticamente ausente da distância, os 200 metros foram dominados por Diogo Antunes (líder do ano com 20,70) e Carlos Nascimento (21,07 como melhor), embora um e outro não tenham estado muito presentes. O luso-suíço William Reais (que optou pela Suíça, onde vive, para representar) progrediu um centésimo para 21,00, mas não o consideraremos no nosso pódio. A grande surpresa da época foi o título nacional ter sido conquistado pelo açoriano Miguel Alves, que correu numa série secundária e, com a ajuda do vento (+2,6 m/s), conseguiu surpreendentes 21,17, menos nove centésimos que a marca de Carlos Nascimento na série principal (21,26 com vento a +0,7 m/s). Obteve depois 21,68 (ao ganhar na III Divisão) como melhor marca homologável.

PÓDIO

1º DIOGO ANTUNES (BENFICA)

Melhorou de 20,94 em 2018 para 20,70 (4º de sempre) em Berna, obteve 21,25 na Guarda como segunda marca e foi 5º no Europeu de Seleções (21,32), correndo muito poucas vezes a distância.

2º CARLOS NASCIMENTO (SPORTING)

Ficou a dois centésimos do seu recorde pessoal (21,05 em 2018) e obteve ainda 21,23 e 21,26, neste caso no Campeonato de Portugal (2º). Mas também não apostou muito.

3º FREDERICO CURVELO (BENFICA)

Embora sem uma marca de top (com 21,30, ficou a dois centésimos do seu melhor), foi o mais dedicado à distância, ganhando a Carlos Nascimento (21,30-21,57) na I Divisão e sagrando-se campeão nacional sub’23.

E AINDA…

André Costa continua nos lugares da frente (com 21,13 ficou a três centésimos do seu melhor) e o ex-júnior Delvis Santos foi algo surpreendente, progredindo de 21,74 para 21,27. Também conseguiram recordes pessoais José Pedro Lopes (21,44-21,39), João Coelho (21,72-21,48) e Mauro Pereira (21,52-21,51).

A REVELAÇÃO

DELVIS SANTOS (BENFICA)

Com 21,74 como melhor em 2018, ainda júnior, progrediu sucessivamente para 21,43 em Faro, 21,42 no Nacional Sub’23 (2º) e 21,27 no Campeonato de Portugal (3º), sendo a surpresa agradável da época.

Ranking da época em http://atletismo-estatistica.pt/

Deixar Resposta