Balanço da época 2020 – triplo (M): Pichardo e Évora a meio-gás e Tiago Pereira a progredir

2
83

Não houve praticamente despiques entre Pedro Pichardo e Nelson Évora em 2020. Ambos competiram muito pouco e só se encontraram uma vez, na I Divisão de pista coberta, com folgado triunfo do benfiquista (17,00-16,27). A figura da época acabou por ser Tiago Pereira, com bons progressos até 16,94.

PÓDIO:

1º PEDRO PICHARDO (BENFICA)

Competiu pouco, ficando-se pelos 17,28 na Hungria e 17,40 ventosos (+2,3 m/s) em Lisboa, com mais duas marcas acima de 17 metros (17,17 e 17,00).

2º TIAGO PEREIRA (SPORTING)

Com 16,60 como melhor em 2019, progrediu agora para inesperados 16,94 no Campeonato de Portugal, com outras marcas a 16,51 e 16,43.

3º NELSON ÉVORA (SPORTING)

Apenas duas provas de pista coberta: 16,51 no Campeonato de Portugal (1º) e 16,27 na I Divisão (2º).

E AINDA…

Carlos Veiga esteve aquém do seu melhor, com 16,22 (16,48 em 2018). Acima de 15 metros, conseguiram progressos Danilo Almeida (14,77 em 2017 para 15,22), Filipe Silva, radicado em França (14,57-15,17) e Gil Manuel (15.16-15,17).

MELHOR PROGRESSÃO: TOMÁS DINIS (SPORTING)

Tal como no comprimento, este ex-júnior progrediu bem, de 14,46 (em 2018) para 15,30 (pista coberta), com 15,13 como segunda marca.

Ranking da época em http://atletismo-estatistica.pt/

2 Comentários

    • Tem razão, já fizemos a devida alteração. Obrigado pela chamada de atenção.
      Cumprimentos,
      Manuel Sequeira

Deixar Resposta