Balanço da Época de 2017 (juvenis masculinos)

0
4080

Júlio Almeida mas não só

  • Época positiva, com recordes nacionais no triplo (Júlio Almeida) e obstáculos (Etson Barros), um dardista a prometer (Leandro Ramos) e várias outras proezas

Também ao nível de juvenis, a época foi positiva, não tanto ao nível dos rankings (equivalentes aos da época anterior) mas mais em recordes nacionais e proezas individuais. O mais saliente foi o do triplo, que Júlio Almeida bateu com 15,03, bem acima dos “velhos” 14,64 de Mário Aníbal, em vigor desde há quase 30 anos (1989). O outro recorde foi conseguido numa prova de implantação recente (os obstáculos subiram de 76 para 84 cm em 2013) mas, para além de ter conseguido 5.57,32 (contra os anteriores 6.00,61 de David Ferreira em 2015), o novo recordista, o algarvio Etson Barros, ainda juvenil de 1º ano, ganhou a prova do FOJE (Festival Olímpico da Juventude Europeia).

Aliás, o FOJE foi um dos pontos altos da época, já que, para além do triunfo de Etson Barros, Portugal conseguiu mais quatro lugares de honra (todos sextos!) no setor masculino, através de João Peixoto (800 m), Jorge Pereira (1500 m), André Pimenta (comprimento) e da equipa de 4×100 m. Antes, num Portugal-Espanha em juvenis (o primeiro encontro internacional de Portugal desde 1993 neste escalão!), que a Espanha ganhou por 222-152 (pontuação conjunta masculina+feminina), registaram-se quatro vitórias individuais lusas, através de Marcelo Pereira (800 m), Etson Barros (obstáculos), Rodrigo Agostinho (comprimento) e Leandro Ramos (dardo).

Em termos de rankings, houve vantagem de 2017 relativamente às marcas top de cada prova: 13 melhores contra 9 piores relativamente a 2016. Mas, ao nível das 10ª marcas, 2016 levou a melhor por 12-10, com a particularidade de nada menos de 7 das 10 corridas terem sido agora melhores, ao invés dos concursos…

A nível de clubes, larga superioridade do Benfica: 215 pontos contra 85 do Sporting ao ar livre; 137 contra 83 em pista coberta.

PÓDIO

1º JÚLIO ALMEIDA (BENFICA)

Grande progressão no triplo, de 14,25 em 2016 para o recorde nacional de 15,03, com mais duas marcas próximas (14,95 e 14,94) e uns 15,19 ventosos.

2º LEANDRO RAMOS (GIRA SOL)

Progrediu de 58,08 para 67,39 com o dardo de 700 gramas, marca apenas superada pelo recordista Tiago Aperta, com 69,84 em 2009. Foi também o melhor do ano no peso, com 16,24 em pista coberta (16,64 em 2016), e no disco, com 51,90 (49,91 em 2016).

3º ETSON BARROS (CO PECHÃO)

Teve como pontos altos o recorde nacional, conseguido no Campeonato Nacional de juvenis, com 5.57,32, e o triunfo no FOJE, na Hungria, com 5.58,24. E ainda será juvenil no próximo ano…

E AINDA…

Vários outros jovens se destacaram. O velocista Tomás Gonçalves (AA Ch. Caparica), ainda juvenil de 1º ano, foi o melhor nos 200 m (22,35) e nos 300 m (melhorou de 35,92 em 2016 para 34,87 e é o quarto juvenil de sempre). No meio-fundo curto, destaque para Nuno Pereira (GD Estreito), líder dos 800 m (1.53,09) e 1500 m (3.55,83); para Marcelo Pereira (NA Taipas), com apenas mais 30 e sete centésimos, respetivamente; e para o ainda juvenil Jorge Pereira (C. Bf Paredes), com 1.54,55 e 3.56,82. Simão Pereira (GCA Donas) foi revelação na altura, melhorando sete centímetros até 2,01; André Rangel (AA Pinhalnovense) chegou a 7,08 no comprimento – são, um e outro, oitavos de sempre; Diogo Freitas (GD Estreito), ainda iniciado, já lançou o martelo de 5 kg a 53,06; e o marchador Ruben Santos (CF Oliv. Douro) subiu a nono de sempre nos 5000 m. Uma nota ainda para o são-tomense Edgar Campre (SL Benfica), que seria recordista nacional do decatlo (6807 p)… se já fosse português.

MELHORES JUVENIS 2017
100 m João Geadas 00 AJ Estremoz 11,06
200 m Tomás Gonçalves 01 AA Ch Caparica 22,35
300 m Tomás Gonçalves 01 AA Ch Caparica 34,87
400 m Paulo Soares 00 GCA Donas 49,96
800 m Nuno Pereira 00 GD Estreito 1.53,09
1500 m Nuno Pereira 00 GD Estreito 3.55,83
3000 m Martim Monteiro 00 C Bf Algueirão 8.45,20
2000 ob. Etson Barros 01 CO Pechão 5.57,32
110 b./91 Tomás Ferreira 00 ACRD Escapães 14,46
300 bar. Marco Câmara 00 J Ilha Verde 38,87
Altura Simão Pereira 00 GCA Donas 2,01
Vara João Pedro Buaró 01 GD Estreito 4,26
Comp. André Rangel 00 AA Pinhalnovense 7,08
Triplo Júlio Almeida 00 SL Benfica 15,03
Peso/5 Leandro Ramos 00 Gira Sol 16,24pc
Disco/1,5 Leandro Ramos 00 Gira Sol 51,9
Martelo/5 Carlos Costa 00 SUO Vais 53,29
Dardo/700 Leandro Ramos 00 Gira Sol 67,39
Decatlo/jv Paulo Soares 00 GCA Donas 5700
5000 m M Ruben Santos 00 CF Oliv. Douro 21.53,26
4×100 m Sel.Nac. Juvenis 43,28
Medley Sel. Açores – juv. 2.06,36

Atletas estrangeiros: decatlo – Edgar Campre (STP) 00 SL Benfica             6807

MELHORES JUVENIS 2018*
100 m Tomás Gonçalves 01 AA Ch Caparica 11,09
200 m (Carlos Claro 01 RD Águeda 22,57)
300 m (Carlos Claro 01 RD Águeda 35,90)
400 m Tomás Gonçalves 01 AA Ch Caparica 50,55
800 m Jorge Pereira 01 C Bf Paredes 1.54,55
1500 m Jorge Pereira 01 C Bf Paredes 3.56,82
3000 m Jorge Pereira 01 C Bf Paredes 8.52,01pc
2000 ob. (Samuel Rios 01 CJ Sal Arouca 6.17,29)
110 b/91 Mamadú Jaló 01 SL Benfica 15,1
300 bar. Xavier Teixeira 01 CN Rio Maior 41,28
Altura João Pedro Buaró 01 GD Estreito 1,93
Vara (Mamadú Jaló 01 SL Benfica 3,30)
Comp. Rodrigo Agostinho 01 J Vidigalense 6,95
Triplo Mamadú Jaló 01 SL Benfica 13,79
Peso/5 Tomás Rodrigues 01 SL Benfica 14,36
Disco/1,5 Tomás Coelho 01 Quintajense FC 42,47
Martelo/5 Diogo Freitas 02 GD Estreito 53,06
Dardo/700 Mário Pereira 02 Ass. Grão Vasco 46,39
Decatlo/jv Afonso Caetano 01 Esc. Movimento 5533
5000 m M João Bernardo 01 Penta C Covilhã 23.11,96

Atletas estrangeiros: dardo – Júlio Santos (BRA) 01 Cl Pd Pessoa 46,81

* Colocamos nesta lista os melhores de 2017 que ainda serão juvenis em 2018 (ou segundos, entre parênteses, caso os primeiros tenham sido os melhores da época)

SUBIDAS NO TOP’10 DE SEMPRE
Etson Barros (CO Pechão) 2000 ob* 5.57,32
Júlio Almeida (SL Benfica) triplo 15,03
Leandro Ramos (Gira Sol) dardo/700 67,39
Tomás Gonçalves (AA Ch Caparica) 300 m 34,87
Gonçalo Duarte (ADRE Palhaça) 2000 ob* 6.06,78
Paulo Soares (GCA Donas) decatlo* 5700
Diogo Rosário (SC Braga) 2000 ob* 6.06,85
Afonso Caetano (Esc. Movimento) decatlo* 5533
Simão Pereira (GCA Donas) altura 2,01
André Rangel (AA Pinhalnovense) comp. 7,08
Ruben Santos (CF Oliv. Douro) 5000 m M 21.53,26
10º Nuno Pereira (GD Estreito) 800 m 1.53,09
Leandro Ramos (Gira Sol) disco/1,5 51,9
* prova de implantação recente (2000 ob. desde 2013; decatlo desde 2015)

Deixar Resposta