Benfica e Sporting com estrangeiros na Taça dos Campeões

4
1180

Como habitualmente, Benfica e Sporting “alugaram” vários atletas estrangeiros para a Taça dos Clubes Campeões Europeus, que terá mais uma edição a 25 e 26 deste mês, em Castellón, perto de Valência, Espanha. Voltam assim a “imitar” procedimentos habituais nas equipas espanhola e turca, que há vários anos dividem com as formações portuguesas a liderança da competição, face à ausência das equipas campeãs de várias das principais potências do atletismo, que têm os principais atletas divididos pelos vários clubes. Dos quatro países que mais medalhas ganharam no Europeu de Berlim, em 2018 (Grã-Bretanha, Polónia, Alemanha e França), apenas os britânicos estão representados, mas com equipas relativamente modestas. Turquia, Portugal e Espanha dominarão mais uma vez. Em 2018, o Enke, de Istambul, foi o campeão masculino, à frente do Benfica (que repetiu o 2º lugar de 2014) e dos espanhóis do Playas de Castellón. No setor feminino, o Sporting revalidou o título conquistado em 2016 (a competição não se realizou em 2017), à frente do Enke e do Valencia Esports.

Já há listas de atletas inscritos prova a prova (embora se prevejam várias alterações) e as equipas portuguesas aparecem com atletas estrangeiros (cada uma poderá apresentar dois). O Benfica tem inscritos o polaco Marcin Lewandowski, vice-campeão mundial de pista coberta em 2018 (e 6º nos Jogos de 2016), nos 800 m; o queniano Edward Pingua, de apenas 17 anos, campeão mundial júnior em 2018 e vice-campeão mundial juvenil em 2017, nos 3000 m (o ex-cubano Abdel-Kader Larrinaga, dos 110 m barreiras, já é português desde maio do ano passado). O Sporting apostou em Hoelie Yarego, do Benim, nos 800 m (tem 1.59,12) e na jovem (17 anos) queniana Fancy Cherono, já vencedora na Taça dos Campeões Europeus de corta-mato (e campeã africana de juvenis), nos 3000 m obstáculos. Mas é natural que vários desses atletas acabem por participar em mais provas.

4 Comentários

  1. O Abdel-Kader não é cubano, já se naturalizou há algum tempo (quase há 1 ano) assim como tantos outros cubanos.

Deixar Resposta