Bolt corre estafeta na Austrália ao lado de menina de 16 anos

0
3062

Usain Bolt deu mais um show diante de sete mil pessoas, no primeiro dia do Nitro Athletics, novo formato de evento testado pela IAAF

O evento teve o jamaicano na pista ao lado de uma jovem de 16 anos, na prova de estafeta 4 x 100m mista. Bolt levou a sua equipa à vitória, mas o resultado era o que menos importava no Melbourne Lakeside Stadium, na Austrália.

Bolt foi o segundo da estafeta, recebendo o bastão do compatriota Asafa Powell. Acostumado a fechar as provas de estafeta, mudou a rotina, o que acabou colocando-o ao lado da australiana Riley Day, estudante de apenas 16 anos. A equipe All-Stars venceu o primeiro dia de competições com 1.080 pontos, à frente da Austrália, com 1.050. A competição ainda terá outros dois eventos, nos dias 9 e 11 de Fevereiro.

– “Foi muito divertido. O público apareceu e apoiou e eu quero que mais pessoas venham na quinta-feira e no sábado porque é um grande evento. É a primeira vez, então vamos achar algumas coisas e fazer melhor, mas foi um ótimo começo para mim” – disse o jamaicano.

Desde que assumiu a presidência da IAAF, Sebastian Coe bate na tecla de que é preciso mudar o formato como o desporto se apresenta ao público. De olho em maior atratividade para transmissões de televisão e para os fãs que compram os bilhetes para os estádios, surgiu a ideia de repaginar as disputas. Torná-las mais dinâmicas, interativas e instigantes para o público.

Ao firmar a parceria para a competição que testará este formato, a IAAF apoiou-se na imagem do atleta mais icónico da atualidade. No seu ano de despedida das pistas, Usain Bolt dá mais um passo rumo ao papel de embaixador do atletismo. É o nome forte para as vendas publicitárias e o único a contar com uma equipa especial na competição. Enquanto as outras equipas reunirão separadamente atletas de Austrália, Grã-Bretanha, Nova Zelândia, China e Japão, o homem mais rápido do mundo será o capitão de uma equipe batizada de Bolt All-Stars. Entre os nomes mais conhecidos, estão Michael Frater e Asafa Powell, que assim como Bolt perderam o ouro da estafeta 4x100m de Pequim 2008, devido ao doping de Nesta Carter.

Cada um dos seis times conta com 24 atletas, 12 homens e 12 mulheres. A agenda vai combinar eventos tradicionais com outros em distâncias ou período de tempo não convencionais. Mas a principal diferença para as disputas tradicionais está na forma como os resultados serão convertidos em pontos para as equipes.

O objetivo é valorizar mais a performance em grupo do que a do indivíduo. A pontuação base é de 100 pontos para o primeiro colocado de forma decrescente até 40 pontos para o sexto. Mas estes números podem mudar de acordo com a estratégia das equipas e com a sorte.

 

Deixar Resposta