Bolt garante que fica no desporto após retirar-se, mas descarta ser técnico

0
2002

Usain Bolt já afirmou que se vai se retirar após o Mundial de Londres, que será realizado em Agosto de 2017. Mas, neste mês, o jogador anunciou que vai começar a treinar futebol no Borussia Dortmund. E, no dia 28 de novembro, estreará nos cinemas o filme “I am Bolt” sobre a vida do homem mais rápido do mundo. Os diferentes acontecimentos têm provocado diversas especulações sobre o futuro do astro.

Em entrevista, Usain Bolt revelou que o presidente da IAAF pediu para que ele não se afastasse do desporto. E o velocista disse que isso não passa pela sua cabeça e que não se quer afastar do público.

-Eu sei que vou ficar no desporto com certeza. O presidente da IAAF disse: “Escuta, não podes sair do desporto. Vamos encontrar algo para fazeres dentro do desporto.” E para mim, desde que eu esteja dentro do estádio, com os meus fãs, ou a viajar e a falar às crianças, a tentar inspirá-las, responder às suas perguntas e encorajá-las, eu amaria fazer isso também. Essas são coisas que eu gostaria de fazer nos dois meses seguintes da minha retirada – afirmou.

Mas, entre todas as áreas em que o jamaicano poderia atuar, a de técnico não é uma delas.

– Eu consigo ver coisas que muitas pessoas não conseguem. Eu posso desmembrar todas as partes da minha corrida, saber o que fiz de errado e o que eu deveria ter feito. E também posso olhar para outras pessoas a correr e saber onde elas podem melhorar. Eu podia ser treinador se eu quisesse, mas eu não quero – disse.

Deixar Resposta