Cláudia Ferreira (dardo) e Jéssica Barreira (comprimento) nas finais do Europeu Sub’23

0
482

(Foto arquivo)

Duas atletas portuguesas ficaram este sábado apuradas para as finais do dardo (Cláudia Ferreira) e do comprimento (Jéssica Barreira), que se realizarão domingo, último dia do Europeu de Sub’23, que se está a realizar em Gavle (Suécia). Nesta jornada, Décio Andrade foi 11º na final do martelo, com 66,96.

Este domingo haverá sete portuguesas em finais. Cláudia Ferreira, que lançou o dardo a 52,27, sendo a 8ª melhor na qualificação e aproximando-se a 8 escassos centímetros do recorde pessoal, terá a final às 16.15 h. Jéssica Barreira, que conseguiu 6,10 no comprimento (v:+1,0) e foi a 11ª melhor na qualificação, saltará às 15.45 h. Salomé Afonso e Patrícia Silva, que correram as eliminatórias na sexta-feira, terão a final de 1500 m às 16.25 h. E Maria Bernardo, Carolina Costa e Andreia Sousa estarão entre as 21 atletas que alinharão na final direta de 20 km marcha de manhã (11.15 h). Ainda de manhã (10.20 h), 15 equipas masculinas de 4×100 m (entre as quais a portuguesa) disputarão as eliminatórias para apurarem as oito finalistas (18.10 h).

Nesta penúltima jornada, há ainda a assinalar a presença de Décio Andrade na final do martelo. Foi 11º com 66,96, aquém dos 68,06 que fez na qualificação, mas é, até ao momento, o atleta nacional que melhor classificação alcançou neste Europeu. Frederico Curvelo correu as meias-finais de 200 m, sendo 6º na sua série, com 21,65 (v:-1,3), o 18º tempo entre os 24 semifinalistas. Na sua série, correu o luso-suíço William Reais (que representa a Suíça, onde vive), o qual foi 4º com 21,47, ficando também fora da final.

Neste penúltimo dia, realizaram-se mais 13 finais. Destaque para a melhor marca sub’23 do ano do francês Fabrisio Saidy nos 400 m (45,79) e para os recordes dos campeonatos do polaco Cyprian Mrzyglod no dardo (84,97) e da dinamarquesa Anna Emilie Moller nos 3000 m obstáculos, que ganhou com 24 segundos de vantagem, em 9.27,31.

Eis os vencedores do dia:

Masculinos:

200 m (-0,1) – Shemar Boldizar GBR 20,89

400 m – Fabrisio Saidy FRA 45,79

1500 m – Ignacio Fontes ESP 3.50,38

5000 m – Jimmy Gressier FRA 14.16,55

Vara – Bo Kanda Lita Baehre ALE 5,65

Martelo – Alberto Gonzalez ESP 74,36

Dardo – Cyprian Mrzyglod POL 84,97

 

Femininos:

200 m (-0,9) – Sindija Buksa LET 23,24

400 m – Natalia Kaczmarek POL 52,34

800 m – Jemma Reekie GBR 2.05,19

3000 obst. – Anna Emilie Moller DIN 9.27,31

Altura – Yuliya Levchenko UCR 1,97

Peso – Alina Kenzel ALE 17,94

A Polónia soma quatro títulos (e mais duas medalhas de prata) e Alemanha e França têm três títulos e nada menos de 10 medalhas cada.

Deixar Resposta