Clube de Atletismo de Vale de Figueira/Onde a união faz a força

0
676

Mora no concelho de Loures o Clube de Atletismo de Vale de Figueira. Fundado em 1987, tem em Luís Balasteiro o seu presidente. Já venceu o Troféu das Coletividades do Concelho de Loures nos anos 1990, 1991, 2016 e 2017.

O Clube de Atletismo de Vale de Figueira foi fundado em 18 de Julho de 1987. Nasceu após a extinção da secção de atletismo do Grupo Dramático e Recreativo Corações de Vale Figueira.

Luís Miguel Balasteiro é o presidente do clube que tem 222 sócios que pagam um euro mensal de quotas. Situado em Vale Figueira, concelho de Loures, tem uma sede num espaço cedido pela Junta de Freguesia.

CAVF Troféu de Loures 2017Neste momento, tem apenas em funcionamento a Secção de Atletismo que movimenta o apreciável número de 184 atletas. Balasteiro é além de presidente, o responsável pela Secção e ainda treinador dos atletas mais jovens, dos escalões de benjamins a juvenis. Para além dele, o clube tem mais dois treinadores,Vítor Ideias e António Camacho.

O clube participa em provas de pista, estrada e corta-mato. A aposta na formação tem dados os seus frutos com dois atletas a saírem no último ano para o Sporting (Francisco França) e Benfica (Pedro Neves).

Até aos dias de hoje, somos a família do Atletismo, a Família CAVF”

Orçamento de cinco mil euros        

O clube tem subsídios da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia e ainda de algumas empresas. Segundo Balasteiro, “a Secção de Atletismo tem conseguido sobreviver com uma gestão muito apertada e controlada dos subsídios, das quotas e dos patrocinadores”.

O orçamento ronda os cinco mil euros anuais e o apoio aos atletas passa pela utilização de uma carrinha do clube e pelo pagamento de 50% das inscrições nas provas e na aquisição dos equipamentos.

Com uma verba tão reduzida para tantos atletas, é caso para dizer que no CA Vale Figueira se fazem grandes omeletes com muito poucos ovos.

O clube organiza uma prova que se realizará este ano em 11 de Março, o 30º GP de Atletismo e 7º Corta-Mato de Vale de Figueira. A média de participantes ronda os 400.

CLUBE DE ATLETISMO DE VALE DE FIGUEIRA

CAVF-logotipoConcelho: Loures

Ano fundação: 1987

Presidente: Luís Miguel Balasteiro

Sócios: 222

Atletas: 184

Técnicos: 3

Orçamento:5.000 euros

Atletas em destaque

CAVF Marvão 1996O clube tem obtido vários títulos distritais. Individualmente, merecem destaque Sandra Amaro, que foi campeã distrital de corta-mato e pista, como infantil e iniciada; Susana Adelino, campeã distrital de corta-mato, como infantil e iniciada; o juvenil Jorge Rebelo, campeão nacional de corta-mato em Marvão, 1996.

CAVF-São

Mais recentemente, Balasteiro refere-nos Francisco França, vice-campeão regional em iniciados e a veterana Conceição Pereira, que em 2017, foi campeã da Europa Master W55 em corta-mato na Dinamarca e campeã regional de estrada no escalão F55. “Esta atleta não praticava atletismo há mais de 15 anos, fui buscá-la ao baú e regressou em 2016 ao clube, depois de ter corrido pelo Benfica e outros clubes”. E também promoveu o regresso de Jorge Robalo, que estava sem competir há mais de nove anos.

No nosso clube, o lema é “a União faz a Força”

Títulos coletivos

CAVF Troféu de Loures 2016A nível coletivo, o CA Vale Figueira sagrou-se campeão distrital de infantis em 1989, em masculinos e femininos. E foi campeão regional de infantis em corta-mato em 1990, novamente nos dois sexos. O clube conquistou ainda o Troféu das Coletividades do Concelho de Loures nos anos 1990, 1991, 2016 e 2017.

Objetivos a curto prazo

Balasteiro lamenta a falta de uma pista de atletismo no concelho, o que dificulta a prática da modalidade a tantos atletas. Tem os objetivos a curto prazo bem definidos. Passam por vencer pela terceira vez consecutiva o Troféu de Loures e apoiar os atletas Conceição Pereira, Luís Brito e José Lindo nos próximos Mundiais de Masters que se vão realizar em Setembro, ena cidade espanhola de Málaga.

Papa prémios” em Salir do Porto

CAVF SalirEstórias não faltam ao clube. Balasteiro conta-nos uma passada em Salir do Porto. “Nos anos 80/90, tínhamos um ritual que era fazer um piquenique e uma ida à praia (Salir do Porto/Caldas da Rainha) onde também se realizava uma prova de atletismo. Quando chegávamos a Salir todos os anos em Agosto, as pessoas já diziam ‘Pronto, chegou o Vale de Figueira, já não há prémios para ninguém’, porque ganhávamos em todos os escalões”.

            Clube que é uma família

É com orgulho que Balasteiro nos fala do ambiente vivido no seio do clube. “Desde o nascimento do clube que foi incutido o conceito de Família. Até aos dias de hoje, somos a família do Atletismo, a Família CAVF. O conceito de Família e o apoio mútuo, são determinantes para manter o espírito familiar acesso. No nosso clube, o lema é “a União faz a Força”.

 

Deixar Resposta